RSS
email

Braga Celulares

Cresol Sul Canguçu/RS

Cresol Sul Canguçu/RS

NOVANET

Nutricionista Jaine Lopes

0

Canguçu registra 6 novos casos de COVID-19

 Canguçu registra hoje 6 novos casos de covid-19.

Os pacientes positivados referem-se à:  

Masculino, 58 anos, sintomas leves, com comorbidades, isolamento domiciliar, contato com positivo; 

Feminino, 19 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, contato com positivo; 

Feminino, 59 anos, assintomática, isolamento domiciliar, contato com positivo;

Feminino, 30 anos, assintomática, com comorbidades, isolamento domiciliar, contato com positivo; 

Masculino, 74 anos, com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, contato com positivo;

Feminino, 57 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária. 



#PraCegoVer – BOLETIM 168 - CORONAVÍRUS

O município registra no momento 73 isolamentos domiciliares, 1.965 casos negativos, 260 confirmados, destes, 51 casos estão ativos no município, 03 pacientes em enfermaria de Canguçu, sendo 02 de Canguçu e 01 de Morro Redondo, 02 paciente de Canguçu em UTI de outro município, 202 pacientes atestados como recuperados e 07 óbitos.

Canguçu, 28 de setembro de 2020

Read more
0

VAGA PARA AUXILIAR DE LABORATORIO

- Ensino médio completo

(terão preferencia pessoas com formação em química  - curso superior ou técnico ou cursos na área de laboratório);


 Interessados comparecerem munidos de CPF e currículo junto a agencia FGTAS/SINE.

O horário de atendimento devido a pandemia COVID-19 está reduzido, sendo das 08:00 às 14:00h.

  - Seguro Desemprego somente mediante agendamento prévio nos telefones (fixo) 3252-1298.

  - Será permitida a entrada e permanência de público equivalente ao número de atendentes da FGTAS disponível no ambiente;

 - É obrigatório, o uso de máscara e a distância de, no mínimo, dois metros entre os trabalhadores que aguardam atendimento nas filas que se formarem eventualmente;

 - Dúvidas podem ser retiradas através do telefone 3252-1298.

                                                                         COORDENAÇÃO.

Read more
0

Cachorro "floquinho" está desaparecido

 


Read more
0

DIA DAS CRIANÇAS CONSULADO GRÊMIO CANGUÇU

Mvamos fazer o Dia das Crianças muito mais feliz?


Estamos vivendo momentos difíceis e nada melhor do que levar alegria e amor a quem precisa, mesmo que seja de forma simples!

Estamos arrecadando pacotes de doces (balas, pirulitos, bombons, chocolate),... 🍫🍬🍭

Pontos de arrecadação:

- Gigabytchê

- Casa Norma

- Nilson Moto Peças (com Rodrigo Helbig, Furmiga)

- Promotoria de Justiça (com Cristiano Casanova)

- Catarine Domingues (984332188).

FAZER O BEM, SEM OLHAR A QUEM! ESPALHAR AMOR E ALEGRIA PRA TODOS! ISSO É GRÊMIO!

Read more
0

Polícia Civil e Brigada Militar de Piratini recuperam bens furtados e responsável foi preso

Após um arrombamento com furto pela manhã em uma banca comercial no centro da cidade, policiais civis iniciaram as primeiras diligências investigatórias, procedendo rapidamente ao reconhecimento do suspeito, de 18 anos. Além da Polícia Civil, também policiais militares efetuaram buscas na região no sentido de capturá-lo, o que foi feito em flagrante, logo após o meio-dia. Houve fuga, com sucesso na efetivação da prisão. O investigado estava na posse dos bens furtados.

Levado à delegacia, foi lavrado auto de prisão em flagrante pelo Dr. Rafael Vitola Brodbeck, tit
ular do órgão. Com o consentimento do pai do investigado, que mora na mesma casa, a Seção de Investigação da Delegacia de Polícia de Piratini, junto com o pelotão local da Brigada Militar, fizeram uma primeira busca na casa e encontraram objetos que tinham sido furtados anteriormente, no decorrer deste semestre, os quais foram prontamente reconhecidos pelas vítimas, chamadas a esta circunscricionada. Alguns minutos depois, o policial civil Luciano Dutra Almeida retornou à casa do investigado, na companhia do pai e de outras vítimas de crimes contra o patrimônio, vindo a encontrar outros. Entre os bens furtados e recuperados estão bolas esportivas de colégios públicos, dispositivos eletrônicos e roupas.

O suspeito será encaminhado ao Presídio Estadual de Canguçu

Read more
0

JULIO RIBEIRO É O NOVO ÂNCORA DA RÁDIO GUAÍBA


Júlio Ribeiro (D) novo âncora da Rádio Guaíba

Dentro da reformulação de grade iniciada há algumas semanas, a Rádio Guaíba anunciou hoje a contratação do jornalista Julio Ribeiro como novo âncora da emissora. Com mais de 30 anos de carreira, o profissional já teve passagens por Pampa e Grupo Bandeirantes, nos anos 1980 e 1990. Empresário, ele é também publisher de vários veículos de comunicação, entre eles as revistas Press e Advertising. “O Júlio traz a experiência que buscamos e ao mesmo tempo representa uma renovação, uma oxigenação na nossa grade”, afirma o diretor executivo da Rádio Guaíba, Claudinei Girotti.

O profissional assumirá os microfones da histórica emissora no horário compreendido entre as 13h10 e 15h. Com isso, o Esfera Pública – que permanecerá na grade – será transmitido entre as 15h e 16h. “O Julio é um profissional versátil. Que sabe imprimir a seriedade que uma entrevista mais dura exige, mas ao mesmo tempo consegue comunicar com a leveza que determinados momentos permitem. É uma habilidade que nem todos têm”, define o gerente-geral da emissora, Guilherme Baumhardt.

O novo programa ainda não tem um nome definido, embora já exista um conceito estabelecido. “Com as plataformas digitais, os limites de uma rádio foram ampliados, não estão mais restritos ao sinal do FM ou do AM. A Guaíba é uma marca muito forte, com aderência em diferentes regiões do Brasil. A proposta é fazer um programa que tenha apelo nacional, sem esquecer o localismo que as rádios ainda carregam. É um desafio e tanto”, afirma Julio Ribeiro.

O programa terá ainda colunistas, convidados especiais e entrevistas. “Opinião, que é o grande diferencial hoje na comunicação, será uma marca da atração. Informação pura e simples acabou virando ‘commodity’, pode ser acessada em diferentes plataformas e canais, muitas vezes sem custo para quem a consome. O diferencial está na análise, na leitura que é feita daquele fato ou evento”, analisa Baumhardt.

“Sou um sujeito com posição. As pessoas podem gostar ou não, podem concordar ou não. Mas isso é da vida. O que pretendo fazer é um convite para reflexão, provocar no melhor sentido”, declara Ribeiro.

A estreia deve ocorrer na segunda quinzena de outubro

Read more
0

Dois novos casos de COVID-19 em Canguçu

 Canguçu registra hoje 2 novos casos de covid-19 e 3 pacientes receberam atestado de recuperados. 

Os pacientes positivados referem-se à:  

Feminino, 41 anos, sem comorbidades, sintomas leves e contato com positivo; 

Masculino, 40 anos, sem comorbidades, assintomático, transmissão comunitária.



#PraCegoVer – BOLETIM 167 - CORONAVÍRUS

O município registra no momento 86 isolamentos domiciliares, 1.920 casos negativos, 254 confirmados, destes, 45 casos estão ativos no município, 02 pacientes em enfermaria de Canguçu, 02 paciente de Canguçu em UTI de outro município, 202 pacientes atestados como recuperados e 07 óbitos.

Canguçu, 25 de setembro de 2020

Read more
0

Canguçu registra 6 novos casos de covid-19 e 2 pacientes receberam atestado de recuperados

 


Os pacientes positivados referem-se à:  

Feminino, 47 anos, com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Feminino, 25 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Masculino, 29 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Masculino, 48 anos, com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Feminino, 8 anos, sem comorbidades, assintomática, isolamento domiciliar, contato com positivo;

Feminino, 9 anos, sem comorbidades, assintomática, isolamento domiciliar, contato com positivo.


#PraCegoVer – BOLETIM 166 - CORONAVÍRUS

O município registra no momento 92 isolamentos domiciliares, 1.909 casos negativos, 252 confirmados, destes, 46 casos estão ativos no município, 01 paciente em enfermaria de Canguçu, 02 paciente de Canguçu em UTI de outro município, 199 pacientes ates

Read more
0

Duplo homicídio em Piratini


Noite violenta em Piratini, um duplo homicídio foi registrado na noite desta quarta-feira (23). O crime aconteceu na Rua Padre Jacinto, local denominado vila do cemitério.

Segundo informações levantadas pela nossa reportagem, um desentendimento entre dois homens acabou ceifando a vida de ambos, informações apontam que Chistofer Vargas da Silva, cujo apelido "pigão" de 35 anos veio a óbito no pronto atendimento do hospital de Caridade Nossa Senhora da Conceição, de Piratini,  já Roger Cavalheiro, 22 anos, faleceu próximo ao local onde aconteceu o crime. 


Pigão que possui uma larga passagem pela policia e inclusive condenado por um assassinato ocorrido há 14 anos foi esfaqueado por Roger e não resistiu aos ferimentos, Roger que tem passagem pelo presidio foi morto a tiro.


A motivação do crime é desconhecida, a Polícia não forneceu informações sobre o caso.



Piratini chega ao quinto homicídio no ano, no carnaval um jovem foi executado a tiros no centro da cidade, dois meses depois, o outro jovem foi morto no Bairro Vila Nova, no último uma idosa foi encontra morta dentro de sua residência com sinais de violência e na noite desta Quarta-feira dois homens após um desentendimento  acabaram tirando a vida um do outro.

Piratini News.

Read more
0

Assembleia aprova projeto sobre o transporte escolar

 A Assembleia Legislativa, em sessão extraordinária virtual, aprovou na tarde desta quarta-feira (23), o Projeto de Lei 191 2020 que autoriza a antecipação parcial do pagamento aos prestadores de serviço de transporte escolar da rede pública estadual de ensino contratados pelo Estado, durante a pandemia causada pelo novo coronavírus. O valor antecipado será descontado a partir do momento em que o serviço seja reestabelecido. 


Duas emendas do deputado Pedro Pereira (PSDB) foram aprovadas no plenário. A primeira suspende as vistorias nos veículos e o pagamento durante a pandemia. O Texto prevê também a unificação das Taxas de Vistoria municipal e estadual. O parlamentar explicou que os prestadores de serviço de transporte escolar pagam cerca de R$ 500 pelas vistorias e que com a unificação o valor não poderá ser superior a R$ 300. 


A segunda emenda aprovada de autoria de Pedro Pereira autoriza o pagamento retroativo ao mês de abril, da parte fixa, que está prevista no contrato do estado com os municípios. “Desde o início da pandemia, vinha cobrando explicações e soluções do governo do Estado para socorrer este importante setor. Estou feliz pela aprovação das minhas emendas e continuarei lutando pelos nossos prestadores de serviço de transporte escolar”, disse o parlamentar.

Read more
0

5 novos casos de COVID-19 e 1 óbito em Canguçu

 Canguçu registra hoje 5 novos casos de covid-19 e 5 pacientes receberam atestado de recuperados. Registramos também o 7º óbito, a paciente do sexo feminino estava internada em isolamento com sintomas graves, vindo á óbito no dia 18 de setembro, o resultado da testagem chegou na data de hoje. 


Os pacientes positivados referem-se à:  

Masculino, 49 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Masculino, 36 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Feminino, 38 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Masculino, 49 anos, com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Feminino, 30 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, contato com positivo. 


#PraCegoVer – BOLETIM 165 - CORONAVÍRUS

O município registra no momento 83 isolamentos domiciliares, 1.851 casos negativos, 246 confirmados, destes, 42 casos estão ativos no município, 01 paciente em enfermaria de Canguçu, 01 paciente de Canguçu em UTI de outro município, 197 pacientes atestados como recuperados e 07 óbitos.

Canguçu, 23 de setembro de 2020

Read more
0

Canguçu registra 8 novos casos de covid-19

 


Canguçu registra hoje 8 novos casos de covid-19 e 6 pacientes receberam atestado de recuperados.

Os pacientes positivados referem-se à:  

Feminino, 47 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Masculino, 66 anos, com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, contato com positivo;

Masculino, 67 anos, com comorbidades, assintomático, isolamento domiciliar, contato com positivo;

Masculino, 50 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária; 

Feminino, 61 anos com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Masculino, 51 anos, com comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Feminino, 23 anos, sem comorbidades, sintomas leves, isolamento domiciliar, transmissão comunitária;

Feminino, 17 anos, sem comorbidades, assintomática, isolamento domiciliar, contato com positivo;


#PraCegoVer – BOLETIM 164 - CORONAVÍRUS

O município registra no momento 115 isolamentos domiciliares, 1.826 casos negativos, 240 confirmados, destes, 42 casos estão ativos no município, 01 paciente em enfermaria de Canguçu, 01 paciente de Canguçu em UTI de outro município, 192 pacientes atestados como recuperados e 06 óbitos.

Canguçu, 22 de setembro de 2020

Read more
0

Governo promove desmonte na assistência social

 A área da assistência social foi uma das mais afetadas durante o governo do presidente Jair Bolsonaro, com expressivos cortes orçamentários e omissão do Ministério da Cidadania, em um momento de crise causada pela covid-19. O cenário econômico, diante da queda no PIB brasileiro e aumento de desemprego, deve aprofundar as desigualdades e a pobreza.

Na última semana, o presidente descartou criar o Renda Brasil, programa estudado pela equipe econômica para substituir o Bolsa Família quando acabar o pagamento do auxílio emergencial aos mais afetados pela pandemia de covid-19.

A União não conseguiu prever fontes de recursos para custear o novo programa sem furar o teto de gastos - emenda à constituição aprovada em 2016 que proibiu o governo de aumentar seus gastos além da inflação.

No entanto, Bolsonaro autorizou o Congresso Nacional a criar um novo programa de assistência social pós-pandemia que deve ser incluído no orçamento de 2021. 

Por outro lado, o principal programa social do país, o Bolsa Família, vive um momento de enxugamento. Em 2019, cerca de 500 mil famílias estavam na fila de espera do programa.



RENDA BRASIL

Na avaliação da secretária municipal de Assistência Social de São Luís (MA), Andreia Lauande, essa discussão ilustra a falta de conhecimento do atual governo na área e o descaso com o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), composto por vários tipos de serviços.

“A criação do Renda Brasil é um soco no estômago da área social. Você destrói o maior programa de transferência de renda da América Latina, que é o Bolsa Família, tira a equipe técnica da formulação, que acontece fora do SUAS, sem entender as bases do programa e, agora, ainda joga a responsabilidade para o Congresso”, afirma.

Andreia Lauande, que é presidente do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), vê um caráter eleitoreiro na criação de um novo programa de transferência de renda e defende melhorias no Bolsa Família.

“O presidente quer um programa para chamar de seu. Mas poderia melhorar o Bolsa Família, porque ainda tem muita gente que precisa de fora. Dizem que zeraram a fila, mas alguns inscritos ainda aguardam para serem inseridos. Além disso, querem tirar recursos dos pobres para dar para os mais pobres”, diz.

Integrantes da equipe econômica do governo afirmaram que havia a possibilidade de congelamento de aposentadorias ou redução em programas como o Benefício de Prestação Continuada (BPC) como forma de viabilizar financeiramente o Renda Brasil.

“O BPC atende idosos e deficientes em situação de vulnerabilidade, com um salário mínimo, que eles gastam basicamente com alimentação e remédios. Tirar ou reduzir esse benefício é sentenciá-los à morte”, argumenta Lauande.

Em paralelo ao estudo do Renda Brasil, a equipe econômica analisava a manutenção do auxílio emergencial. 

O pagamento do benefício no valor de R$ 600, por três meses, foi proposto pelo Congresso, e o dinheiro destinado às camadas mais pobres da população aumentou a popularidade de Bolsonaro. 

Por isso, o governo pretendia incluir o Renda Brasil no orçamento para 2021, para que o benefício começasse a ser pago em janeiro, quando acaba o pagamento do auxílio emergencial aos afetados pela pandemia.

Entretanto, Andreia Lauande lembra que o auxílio emergencial também não teve a participação dos gestores do Sistema Único de Assistência Social. “O pagamento do benefício foi construído fora do SUAS, não pudemos nem opinar. Mas quando apareceram os problemas, tentaram responsabilizar os municípios e até a alegar que a culpa era do fechamento das unidades do CRAS”, diz ela.

Como exemplo, a gestora cita que, para recorrer ao auxílio emergencial negado, o Ministério da Cidadania encaminhou os interessados para a Defensoria Pública da União, para formalizarem assistência jurídica, em vez de utilizar as unidades de Assistência Social, que poderiam auxiliar às pessoas com informações ou no preenchimento de dados. 

“A DPU não tem capilaridade. E os CRAS são referência para a população”, pondera.

“CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA”

O governo federal também tem defendido a revisão e cortes de benefícios irregulares do Bolsa Família e do BPC. Esse discurso, na opinião da presidente do Congemas, acaba por “criminalizar a pobreza”.

“Desde o início do programa, os municípios realizam conferência dos critérios e não chega a 1% de irregularidades encontradas. Mas quando se enfatiza o ‘pente-fino’, o que acontece é a criminalização da pobreza. As pessoas têm vergonha de falar que recebem Bolsa Família, como se não fosse um direito delas”, acrescenta ela, que é assistente social concursada da Prefeitura de São Luís.

“Faz um alarde sobre possíveis fraudes, quando, famílias carentes recebem, no máximo, R$ 100 a mais do que o previsto pelo seu critério de renda. O governo deixou de fora do auxílio emergencial pessoas que necessitavam do dinheiro, porque desconhece as dificuldades que os mais pobres enfrentam, enquanto que para os banqueiros, os aportes para sair da crise são cada vez maiores”, diz Lauande, comentando ainda sobre a concentração de renda que existe no país.

CORTE DE VERBAS

Segundo a secretária de Assistência Social de São Luís, o “desmonte” na área vem desde o governo Temer, quando começaram os sucessivos cortes nas verbas federais repassadas para os serviços de assistência social no país, o que resultou em um retrocesso na gestão.

“Antes da criação do SUAS era preciso ser ‘amigo do rei’ para conseguir recursos. Com o SUAS foram estabelecidos critérios para elegibilidade dos municípios, e os recursos eram repassados dentro dessas regras. Mas retornamos ao que já havia sido superado, de ficar correndo atrás dos recursos”, diz a ela.

Além disso, a presidente da Congemas ressaltou que os recursos ordinários para as contas municipais estão atrasados. “Todo ano era assim: começamos no início do ano com menos recursos, mas ao longo do ano, vamos conseguindo a recomposição do Orçamento, junto ao Congresso”, explica.

Mas este ano a situação piorou com a portaria 2.362 do Ministério da Cidadania, assinada no fim de 2019, que permite à União pagar parcelas menores que o acordado no Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). 

No Brasil, o financiamento da assistência social é dividido entre a União, os estados e os municípios - e o dinheiro do governo federal chega aos gestores municipais por meio do Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS). 

A verba é usada no custeio de casas de acolhimento para crianças em situação de risco ou para mulheres vítimas de violência, de albergues para a população de rua, entre outros atendimentos.

Para 2020, o Conselho Nacional de Assistência Social aprovou um orçamento de cerca de R$ 2,7 bilhões para 2020. Mas a Lei Orçamentária deste ano destinava apenas R$ 1,3 bilhão para transferências aos municípios.

“A portaria equalizou a distribuição dos recursos ao longo do ano. Isso significa distribuir apenas os R$ 1,3 bilhão do fundo por 12 meses”, explica Lauande.

Além de prever um corte de cerca de 40% no orçamento, os municípios ficaram seis meses sem receber a verba.

“Recebemos em janeiro 40% a menos do recurso ordinário, depois recebemos a parcela de fevereiro e, a partir de março, ficamos seis meses sem recursos. Em agosto, recebemos o repasse de março, com corte de 55%.”, complementa a secretária municipal.

“Como você sustenta a rede de assistência social dessa forma? Vai fechar unidades?”, questiona.

PANDEMIA

A situação foi agravada pela pandemia, que aumentou a demanda na rede de assistência social. Segundo a secretária da pasta de São Luís, a União liberou recursos extraordinários aos municípios, mas para uso exclusivo em ações relacionadas ao covid.

“Mas houve um aumento na demanda da rede. Atendemos unidades de acolhimento, mulheres em situação de violência, população de rua. Essa verba não substitui os recursos ordinários e não dão conta de custear o SUAS”, diz Lauande.

Além disso, ela diz que, com as crianças fora da escola, devido à pandemia, aumentaram os casos de trabalho infantil. “E em maio, o governo federal parou de repassar recursos para as ações de combate ao trabalho infantil”, acrescenta.

Um dos serviços atingidos pela portaria são os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), responsáveis pelo atendimento da população, inclusive no acesso a benefícios como Bolsa Família e o BPC.

Andreia Lauande também reforça que a portaria desconhece repasses atrasados de anos anteriores com os municípios. “É a ‘Portaria do calote’”, ironiza.

O Ministério da Cidadania não respondeu os questionamentos da reportagem até o fechamento da matéria.

“É UMA ESCOLHA POLÍTICA”

Os cortes na área, no entanto, fazem parte de uma política de governo, aponta ela, lembrando que a Educação e a Saúde também “não tiveram o devido valor” na atual gestão.

“Recomposição orçamentária é uma questão de escolhas do governo. No momento em que se escolhe armar o Ministério da Defesa e cortar recursos da Educação e do social, é uma escolha política”, diz ela.

“É um governo que não diz para que veio. Tem problemas em todas as áreas: Educação, Saúde, INSS”. “O problema é de gestão, da falta de um comando único”, afirma a gestora

A secretária municipal assinala que as políticas de assistência social ainda existem no Brasil graças ao trabalho dos colegiados, apesar da dificuldade de diálogo com a gestão federal.

Lauande acrescenta que o governo “fragiliza a própria rede”. Ela argumenta que o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos criou diversas ações que concorrem com serviços já executados e regulamentados pelo SUAS.

A falta de um ministro da área também é apontada como uma deficiência. Atualmente, o chefe do ministério da Cidadania é Onyx Lorenzoni, veterinário, sem nenhuma vivência na área. Antes dele, o ministro era o médico e deputado federal Osmar Terra (MDB-RS).

A presidente do Congemas lembra que, quando Terra assumiu a pasta, ainda no governo de Michel Temer, lançou o programa Criança Feliz, que era um programa de saúde, mas como era de iniciativa dele, foi implementado no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Social.

PLANO EMERGENCIAL

Um dos caminhos levantados como resposta ao aumento da pobreza e os cortes nos repasses foi a elaboração do Plano Emergencial para o Sistema Único de Assistência Social , em articulação com a Frente Parlamentar em Defesa do SUAS.

O plano é criado por meio do projeto de lei 4.292/20, que destina ainda em 2020 e em parcela única, R$ 4 bilhões ao SUAS, para financiar os serviços de acolhimento e atendimento de pessoas em situação de rua, mulheres vítimas de violência, idosos, pessoas com deficiência, migrantes e pessoas em vulnerabilidade temporária, entre outros.

Lauande afirma que esse dinheiro vai suprir os restos a pagar e o saldo devedor de anos anteriores. “Mas não substitui os recursos ordinários”, destaca.

Conforme justificativa do projeto, o deputado Danilo Cabral (PSB-PE) chama a atenção para a crise econômica por que passa o país e o agravamento da situação das pessoas em risco social. 

“Dados do Cadastro Único apontam que a pobreza extrema no País atingiu 13,2 milhões de pessoas. Cerca de 500 mil pessoas entraram em situação de miséria nos últimos anos, o que impacta na capacidade de atendimento e acompanhamento da rede pública da assistência social instalada”, observa o parlamentar.

“Há um déficit de mais de R$ 2 bilhões relativos aos exercícios anteriores, não repassados e reconhecidos pelo governo federal, embora tenham sido executados e inseridos nos planos de ação dos municípios, além de um déficit no orçamento de 2020 da ordem R$ 1,5 bilhão”, diz ele.

Cabral acrescenta que o déficit prejudica o atendimento de mais de 25 milhões de usuários da assistência social. 

“Apesar da escassez de recursos, as necessidades estão se ampliando de modo significativo, em decorrência do aprofundamento da desigualdade e da desproteção, da crise e da situação de emergência. A situação de pandemia tem impactado nos estados e, principalmente, nos municípios, demandando esforços nacionais na definição de recursos novos”, finaliza.

Yahoo
Read more
0

Estação de perfumes e bençãos...

 Primavera a estação das flores,

Dos perfumes e cores.

Tempo de renovar esperanças,

Buscar por realizações de

Sonhos antigos e

De planejar novos sonhos.

Época de pensamentos positivos,

Aliás pensamentos positivos sempre.

Aprecie os perfumes da natureza.

E acima de tudo,

Respeite a natureza,

Pois ela é sagrada.

Estamos em Setembro,

Um mês colorido,

Com flores e muitos perfumes.

A maravilhosa Primavera chegou!!

Trazendo a perspectiva de dias melhores,

De muita paz, serenidade e tranquilidade

Em todos os corações da humanidade.

A cada nova estação que começa

Temos que nos renovar,

Tanto por dentro como por fora.

Jogar fora tudo o que não nos faz bem.

Temos que refletir sobre nossas ações.

Temos que saber conviver com as diferenças.

Temos que respeitar ao próximo.

Assim como cada flor tem

Sua delicadeza especial,

Cada ser humano é único.

Cada pessoa tem sua beleza.

Cada pessoa tem seu jeito único.

Que a Primavera possa serenar os corações.

Possa colocar beleza e perfume

Em cada alma.

E que a estrada de cada um

Seja leve, iluminada e

Repleta de boas energias.

Que nossos dias sejam abençoados 

Que nossos sonhos sejam renovados.

E assim como as flores desabrocham

A cada nova manhã,

Possamos desabrochar para a vida

A cada novo dia,

Com revigoradas forças,

Com vontade de vencer.

Tendo muita alegria no coração.

Tendo ótimas vibrações de energias.

E um pensamento elevado a Deus.

Uma chuva de pétalas, bençãos,

Emoções, alegrias e muito amor

Sobre cada um de nós.

É o meu desejo a cada um de nós.

Que a alegria de viver

Tome conta de cada coração.

Uma excelente Primavera perfumada

A toda a humanidade.


Autora: Andrise Louzada.

Read more