RSS
email

PASTELARIA PAZ

NOVANET

Augusto Pinz

Pode Ser Abuso: a cada hora, mais de três crianças sofrem violência sexual

 Você já pensou que enquanto você lê este texto mais uma criança pode estar sofrendo violência sexual?


Infelizmente, esta violação ainda é uma realidade no Brasil e pode estar mais próxima do que você pensa. De acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde e pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação, só em 2020, mais de 29 mil casos de violência sexual infantil foram notificados.

Isso significa que em 73,94% das notificações de violência sexual as vítimas são crianças e adolescentes.

Desde 2018, a Fundação Abrinq promove a campanha Pode Ser Abuso para alertar a sociedade sobre o assunto, orientar sobre os sinais que as crianças podem demonstrar em possíveis casos de violência sexual e incentivar a denúncia – uma das principais formas de combate à violação. Em pouco mais de quatro anos, a iniciativa já impactou mais de 2,7 milhões de pessoas pelas redes sociais, no entanto, dado o cenário atual, o trabalho de conscientização realizado pela Fundação não pode parar. 

Nesta semana, a instituição lançou a campanha com dados atuais e novas maneiras de compartilhar, de forma simples e compreensível, a gravidade e as consequências da violência sexual contra crianças e adolescentes.

Além de cartazes, e-book, camisetas e uma forte divulgação nas redes sociais, a Fundação Abrinq, neste ano, convidou diversos profissionais para participarem de uma série no YouTube, na qual retrata os diferentes aspectos da violação. O primeiro episódio já está no ar e, em menos de cinco minutos, explica o conceito e as diferentes formas da violência sexual infantil. Assista: 


Os vídeos serão divulgados semanalmente e também podem ser acompanhados pelo site da campanha: www.podeserabuso.org.br

Como participar da iniciativa

Toda a sociedade pode e deve fazer algo para combater a violência sexual contra crianças e adolescentes. Confira algumas formas de ajudar: 

•    Divulgue os cartazes nas redes sociais ou em outros canais com alto potencial de alcance;
•    Informe a sua rede de contatos sobre a campanha;
•    Compartilhe os materiais com os seus colegas de trabalho;
•    Indique a série para outras pessoas; 
•    Vista a camiseta;
•    Não esqueça de usar as hashtags: #PodeSerAbuso #FundaçãoAbrinq e #Disque100. 

Acesse todos os materiais da campanha aqui.

E lembre-se: a sua atitude pode mudar para sempre a vida de uma criança! Violência sexual é crime, denuncie! Disque 100, a ligação é gratuita e anônima, Ligue 180 ou vá até a delegacia mais próxima. 




Bookmark and Share

0 comentários: