RSS
email

PASTELARIA PAZ

NOVANET

Augusto Pinz

Vídeo é editado para fazer crer que Lula disse que foi possuído por demônio

(aos fatos) Um vídeo circula editado em postagens nas redes sociais para fazer crer que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que “o demônio está tomando conta de mim”. Na gravação original, registrada em um evento com o movimento negro em Salvador (BA) no ano passado, o petista exemplificou um dos ataques que disse ter recebido de bolsonaristas na internet, de que teria um pacto com o diabo. Publicações com o conteúdo enganoso somavam ao menos 80.000 compartilhamentos no Facebook nesta terça-feira (24). A alegação falsa também tem sido disseminada no Instagram e no WhatsApp.

Não é verdade que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que foi possuído pelo diabo. As postagens checadas trazem uma versão editada de vídeo de um evento do petista com o movimento negro em Salvador (BA), em 26 de agosto de 2021. No original, a partir de 1’58”04, fica claro que Lula exemplifica uma das críticas que recebeu após ter sido presenteado com a imagem de uma entidade cultuada por religiões de matriz africana.

Eu tenho conversado com muita gente da religião das matrizes africanas. E eu sei que os bolsonaristas estão fazendo uma verdadeira guerra na rede social. Eu, ontem, quando eu cheguei às mulheres… elas jogaram pipoca em mim e me entregaram a imagem de um santo. Como é que chama? Me entregaram um Xangô. E nas redes sociais do bolsonarismo, eles estão dizendo que tenho relação com o demônio, que eu estou falando com o demônio, e o demônio está tomando conta de mim” , diz Lula no trecho sem cortes.

Apesar de ser informado durante o evento em Salvador de que se tratava do orixá Xangô, o presente que o ex-presidente havia recebido dias antes em Fortaleza (CE) era uma imagem de Zé Pilintra, entidade cultuada na umbanda e no catimbó.

Fé. Em outro trecho do vídeo desinformativo, Lula aparece dizendo que as religiões de matriz africana serão tratadas com a maior decência e respeito, porque essa seria a fé dele. Porém, o trecho também foi editado. Aos 1’59”13 do vídeo original, Lula afirma ser católico, mas que respeitará todas as religiões como candidato ou presidente.

E eu jamais, enquanto governo, irei permitir o autoritarismo de uma religião sobre a outra. Se tem uma coisa que a gente tem que respeitar é a profissão de fé das pessoas. É o comportamento (...) de cada um de nós. É a nossa fé e a nossa crença. Portanto, eu não vou tratar melhor nem uma, nem outra, eu vou tratar todas as religiões com a decência que elas precisam ser tratadas em nosso território nacional”, disse.

Essa não é a primeira vez que trechos editados do encontro de Lula na Bahia circulam nas redes sociais. Em checagem anterior, Aos Fatos verificou ser falso que um menino, durante o encontro na Bahia, tenha dito a Lula que Bolsonaro não deixou o Brasil quebrar.


Quando você se pergunta porque um dia contra a intolerância religiosa não pode passar em branco, está ai a resposta. Movimentos "demonizando" cultos, usando até esfera política para desmerecer o sagrado.

Bookmark and Share

0 comentários: