RSS
email

Cresol Canguçu/RS

Cresol Canguçu/RS

PASTELARIA PAZ

NOVANET

Augusto Pinz

Vivenda dos Eucaliptos

Vivenda dos Eucaliptos

PEC dos Precatórios: Ciro Gomes ameaça abandonar campanha caso PDT não mude posição

Pré-candidato à presidência da República em 2022, Ciro Gomes (PDT), ameaçou abandonar a campanha caso o partido ao qual é filiado, o PDT, não reveja a posição em relação à PEC dos Precatórios, aprovada na madrugada desta quinta-feira (4) em primeiro turno na Câmara dos Deputados. 

Entre os 312 votos - 4 a mais que os necessários para aprovar a PEC -, 15 eram do PDT. Ciro Gomes expressou a insatisfação nas redes sociais. "Há momentos em que a vida nos traz surpresas fortemente negativas e nos coloca graves desafios. É o que sinto, neste momento, ao deparar-me com a decisão de parte substantiva da bancada do PDT de apoiar a famigerada PEC dos Precatórios", escreveu. 

Segundo Ciro Gomes, a pré-candidatura dele ficará em suspenso até que o PDT decida rever a posição do partido. "A mim só me resta um caminho: deixar a minha pré-candidatura em suspenso até que a bancada do meu partido reavalie sua posição. Temos um instrumento definitivo nas mãos, que é a votação em segundo turno, para reverter a decisão e voltarmos ao rumo certo." 

A PEC dos Precatórios tornaria possível viabilizar o Auxílio Brasil, que substituiria o Bolsa Família, programa social que deixou de ser pago no mês de outubro. No entanto, deixando de pagar os precatórios, o governo de Jair Bolsonaro também abrira espaço para o orçamento paralelo. Ciro Gomes afirmou que o conceito de "justiça social" não pode ser confundido com "corrupção, clientelismo grosseiro, erros administrativos graves, desvios de verbas, calotes, quebra de contratos e com abalos ao arcabouço constitucional." 

"Não podemos compactuar com a farsa e os erros bolsonaristas", finalizou. Ciro Gomes tem aparecido em terceiro lugar nas pesquisas eleitorais de 2022, atrás de Lula (PT) e de Jair Bolsonaro. O pré-candidato pelo PDT tem cerca de 9% das intenções de voto. 

Veja como votaram os deputados da bancada do PDT: 

A favor da PEC dos Precatórios 

Afonso Motta (PDT-RS)

Alex Santana (PDT-BA)

André Figueiredo (PDT-CE)

Dagoberto Nogueira (PDT-MS)

Eduardo Bismark (PDT-CE)

Flávia Morais (PDT-GO)

Flávio Nogueira (PDT-PI)

Fábio Henrique (PDT-SE)

Félix Mendonça (PDT-BA)

Leônidas Cristino (PDT-CE)

Mário Heringer (PDT-MG)

Robério Monteiro (PDT-CE)

Silvia Cristina (PDT-RO)

Subtenente Gonzaga (PDT-MG)

Wolney Queiroz (PDT-PE)

Contra a PEC dos Precatórios 

Chico D’Angelo (PDT-RJ)

Gustavo Fruet (PDT-PR)

Idilvan Alencar (PDT-CE)

Paulo Ramos (PDT-RJ)

Pompeo de Mattos (PDT-RS)

Túlio Gadêlha (PDT-PE)

Ausentes

Damião Feliciano (PDT-PB)

Jesus Sérgio (PDT-AC)

Marlon Santos (PDT-RS).

Fonte: Yahoo


Bookmark and Share

0 comentários: