RSS
email

Cresol Canguçu/RS

Cresol Canguçu/RS

PASTELARIA PAZ

NOVANET

Augusto Pinz

Vivenda dos Eucaliptos

Vivenda dos Eucaliptos

Emissoras de TV devem quase R$ 500 milhões ao INSS; saiba quem lidera ranking

As cinco maiores emissoras de TV do país devem, juntas, ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) R$ 448 milhões. Se forem incluídos outros débitos, como impostos, a dívida total chega a R$ 1,2 bilhão. Os dados foram obtidos pelo site Poder360 via Lei de Acesso à Informação (LAI).

Liderando o ranking do calote vem a RedeTV!, com R$ 170 milhões, seguida da rede Globo, devendo R$ 138. Na sequência vem a Band, c om R$ 72 milhões de dívidas e a Record com R$ 32 milhões. O SBT não possui dívida previdenciária, mas em impostos de R$ 129 milhões. 

RedeTV: R$ 255 milhões em dívidas não previdenciárias, R$ 170 milhões em dívidas previdenciárias e R$ 8 milhões em dívidas com o FGTS. Total: R$ 433 milhões. 

Globo: R$ 192 milhões em dívidas não previdenciárias, R$ 138 milhões em dívidas previdenciárias. Total: R$ 330 milhões. 

Bandeirantes: R$ 149 milhões em dívidas não previdenciárias, R$ 72 milhões em dívidas previdenciárias. Total: R$ 221 milhões. 

SBT:  R$ 129 milhões em dívidas não previdenciárias.

Record: R$ 59 milhões em dívidas não previdenciárias, R$ 32 milhões em dívidas previdenciárias. Total: R$ 90 milhões. 

Do total de dívidas, 93% está em situação regular, ou seja, pode ter sido garantido, suspenso por decisão judicial ou parcelado.

Fonte: IG

O que disseram as empresas (íntegra):

Band – “Todos os valores estão com a exigibilidade suspensa em razão dos parcelamentos e os pagamentos rigorosamente em dia”;

Globo – “A empresa questiona administrativamente ou em juízo algumas cobranças do Fisco, como garante a lei, por entender que são indevidas”; Record – não respondeu;

RedeTV! – “Com referência à matéria informamos que os valores apontados estão sendo questionados tanto administrativamente quanto judicialmente em razão de inconsistências verificadas, dentro do que a legislação faculta. A outra parte é objeto de parcelamento administrativo, portanto em situação perfeitamente regular”;

SBT – “São demandas tributárias que no momento se encontram em discussão na esfera judicial. A TVS Rio de Janeiro não possui qualquer óbice à renovação de sua concessão, logo, não há motivo para se preocupar. Confiamos plenamente na qualidade técnica dos órgãos responsáveis pela análise do processo de renovação da concessão”

Quatro das cinco gigantes tentam renovar concessões com o governo feral mesmo com dívidas. Veja a data de vencimento de cada concessão pública:

jan.2021 – SBT Rio;

abr.2021 – Band Campinas (SP);

dez.2021 – Band Bahia;

out.2022 – Band Minas, Record São Paulo e Globo em Rio, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Recife. (IG)


Bookmark and Share

0 comentários: