RSS
email

Braga Celulares

Cresol Sul Canguçu/RS

Cresol Sul Canguçu/RS

NOVANET

Nutricionista Jaine Lopes

Campanha Máscara Roxa


Com a pandemia do coronavírus e a necessidade de isolamento social, os números de violência contra as mulheres aumentaram muito em todo mundo. Por isso a ONU lançou um documento sugerindo aos países membros algumas iniciativas para enfrentamento deste problema. Entre as sugestões está a parceria com farmácias para que as mulheres possam pedir ajuda nesses locais.
A campanha é em parceria com a SJCDH e diversas entidades: Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul, Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, Polícia Civil, Brigada Militar, Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, Themis - Gênero, Cladem - Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher e Farmácias Associadas.

Como se dará a campanha?
As farmácias que aderirem à campanha receberão o selo "Farmácia Amiga das Mulheres".

Apesar de existirem números telefônicos para que as mulheres peçam ajuda ou façam denúncias, esses telefones normalmente só funcionam com chamada de voz, como o 180 ou 190. Em uma condição de isolamento, em que a mulher fica no domicílio com seu agressor, uma chamada por voz se inviabiliza, por isso a necessidade de um local para que ela possa pedir ajuda.

As mulheres serão comunicadas que poderão pedir ajuda nas farmácias parceiras em caso de violência. Ela chegará até a farmácia e pedirá ao atendente uma "Máscara Roxa".  Ele, informado que esta é a frase senha para pedido de ajuda em caso de violência doméstica, irá informar a mulher que o produto está em falta, mas que irá avisá-la quando chegar. Para isso precisará de quatro informações: nome completo, telefone, telefone de algum parente ou amigo e endereço.

Em posse dessas informações, o atendente mandará um whatsapp para o número (051) 984440606 com a frase "Máscara Roxa" seguida das informações. Este telefone é da Polícia Civil e a identidade de quem mandar o whatsapp não será revelada em nenhuma hipótese.

Após este processo, a polícia dará o encaminhamento necessário, contatando a Brigada Militar, Judiciário, MP, Defensoria e Governo do Estado, de acordo com as necessidades.

É uma ação simples, mas que poderá salvar muitas vidas.

Bookmark and Share

0 comentários: