RSS
email

Braga Celulares

Cresol Sul Canguçu/RS

Cresol Sul Canguçu/RS

São João Encomendas

NOVANET

Compre em Canguçu

Brasil passa de 800 mil casos e 40 mil mortes por Covid-19, diz ministério

Ministério da Saúde informou, nesta quinta-feira (11), que o Brasil ultrapassou as marcas de 40 mil mortes (40.919, ao todo) e 800 mil (802.828) casos confirmados da Covid-19. Em 24 horas, foram confirmados pelo governo federal 30.412 novos casos e 1.239 mortes decorrentes do novo coronavírus.

Os números foram coletados entre as 16h de quarta-feira (10) e as 16h de hoje e se referem aos registros feitos neste intervalo, independentemente da data em que tenham ocorrido. Segundo a pasta, das mortes confirmadas nesta quinta, 426 morreram nos últimos três dias.

Os números do governo federal apresentam uma divergência com aqueles divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que desde o último domingo (7) também divulga estatísticas sobre a Covid-19 no Brasil.

O Conass registrou números bastante semelhantes, mas anotando uma morte a mais por Covid-19 no estado de Rondônia -- informando o total de 294 óbitos no estado, não 293, como registrado pelo Ministério da Saúde. A diferença reflete no total: de acordo com o conselho, são 40.920 mortes registradas da doença no país.
O Conass informou em seu site que retificou o dado de Rondônia às 18h08, adicionando um óbito à contagem acumulada de mortos pela Covid-19 e chegando ao total de 294 vítimas fatais. Procurado, o governo de Rondônia informa que o número correto para o boletim de 11 de junho é o de 293, que foi o que foi fechado ao meio-dia. No entanto, no começo desta noite, o site da Secretaria de Saúde de Rondônia já exibia o total de 294 mortes por Covid-19 no estado. O Ministério da Saúde ainda não respondeu ao contato da CNN.

O Ministério da Saúde estima que o Brasil tenha 345.595 pessoas, 43% dos que foram infectados, já tenham se recuperado da doença. A pasta registra que 3.588 mortes já ocorridas no país aguardam resultado de investigação para Covid-19.

CNN Brasil

Bookmark and Share

0 comentários: