RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

Morada das Figueiras

São João Encomendas

NOVANET

BM afasta policiais envolvidos em abordagem em Pelotas-RS

O comando do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) instaurou Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar a conduta de dois servidores durante uma abordagem a dois jovens de 18 anos, na tarde da última sexta-feira (29), por volta das 14h, na Travessa Hipólito José da Costa, bairro Areal. O comandante do 4ºBPM, tenente-coronel, Márcio André Facin, determinou ainda o afastamento dos policiais do patrulhamento ostensivo até a conclusão do IPM. Até lá, os militares devem realizar somente serviços internos na Unidade. Nesta segunda-feira, a dupla foi ouvida no Batalhão. "Desde já o que é possível de se observar, é que em hipótese alguma vamos admitir esse tipo de abordagem por policiais do 4ºBPM", disse Facin. Em menos de um mês, é o terceiro caso envolvendo truculência em abordagens policiais da BM em Pelotas.

Em depoimento, em sede de investigação militar, os policiais disseram que foram acionados para atender uma briga naquela região e que os envolvidos estariam em uma motocicleta com as características do veículo em que estavam os jovens. Os militares contaram que, em um primeiro momento, deram ordem de parada, o que não teria sido respeitado pelo condutor da moto. Diante da negativa, os PMs passaram a acompanhar a dupla até o momento em que os rapazes estacionaram a moto em frente ao imóvel que registrou as imagens. Um dos policiais envolvidos na ocorrência está há sete anos na instituição e o outro ingressou na corporação no ano passado. A Brigada Militar tem 40 dias para concluir o inquérito. As vítimas deverão ser chamadas para prestar depoimento. "Qualquer pessoa que tenha informação e que queira falar sobre o caso é só vir até a sede da BM, na avenida", comentou o tenente-coronel, Márcio André Facin.
Câmeras de segurança de uma residência registraram o momento em que os jovens param a motocicleta, retiram os capacetes da cabeça e colocam as mãos para o alto. No mesmo instante, a viatura colide na moto e descem dois policiais com armas apontadas para a dupla, passando a agredir os jovens com tapas, socos no rosto e chutes. Os rapazes, ainda com as mãos para cima, encostam na parede, mas mesmo assim a sequência de agressões continua. Durante a revista pessoal aos jovens, a Brigada Militar não encontrou drogas ou armas. A documentação do veículo está em dia, no entanto o condutor não possui CNH. "Soube do ocorrido na tarde do último domingo e desde então tudo está sendo minuciosamente investigado", garantiu o comandante do 4ºBPM.
De acordo com o registro de ocorrência feito na Polícia Civil, um dos jovens contou que havia buscado o amigo em casa para que pudessem estudar e, quando ouviu a sirene, reduziu a velocidade do veículo, parou e ambos desceram da motocicleta. Logo em seguida, começaram as agressões.
O titular da 18ª Delegacia de Polícia Regional (DPR), Márcio Steffens, está com a ocorrência sob análise para decidir se a investigação ficará com a Regional ou com a distrital, 2ª Delegacia de Polícia .


Bookmark and Share

0 comentários: