RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

Morada das Figueiras

São João Encomendas

Prefeito fala sobre situação do hospital de Canguçu-RS

O Prefeito de Canguçu, Vinícius Pegoraro, foi entrevistado nesta sexta-feira (26), em emissoras de rádio sobre as mudanças no Hospital de Caridade de Canguçu (HCC) e disse que foi encontrado um"desacordo" entre documentos e a gestão financeira da casa de saúde que levou a tomada de decisão de afastamento temporário do então gestor do Hospital. Na quarta-feira (24), independente das análises já averiguadas pela gestão municipal, o Ministério Público (MP) recebeu a denúncia. "A gente recebe a notícia com tristeza, mas a gente precisa tomar as decisões para que a instituição seja preservada", disse, Pegoraro.
Nova Gestora, Miriam Neutzling, o Prefeito Vinícius Pegoraro e o radialista Marcelo Pellegrinotti durante entrevista para Rádio Cultura AM.

Por várias vezes o Prefeito reforçou que encontrou condutas inadequadas para um perfil administrativo desejável. Ao mesmo tempo disse que aguardará o resultado de levantamentos do Ministério Público e da própria Prefeitura. "Existe uma movimentação financeira no hospital em desacordo com o que a gente presa. Fomos verificar e existe uma diferença nos balancetes e queremos ver o que é", disse. O valor giraria em torno de R$ 100 mil. Segundo Vinícius o relato do gestor as movimentações teriam sido realizadas para evitar bloqueios das contas do hospital. "Só que não é essa forma correta de se fazer, não é essa postura que deveria ter sido adotada e por isso a gente fez este afastamento para que tudo se esclareça", lembrou. "Ele está afastado para averiguação e eu não posso fazer nenhum julgamento até apurar os fatos, que se encontre a resolução do problema. Mas precisa ser averiguada situação", disse.
A nova gestora, a secretária de saúde Miriam Neutzling, irá ficar interinamente no comando do Hospital e disse que uma nova pessoa poderá ser designada para a Secretaria de Saúde. Uma primeira ação da nova gestora é quitar o salário dos funcionários que ainda tem 20% dos salários de julho para receber. Haverá um levantamento sobre pagamento de médicos e fornecedores para saber como estão os repasses. À tarde haverá reunião com coordenadores de setores e o diretor técnico do hospital. "Mas o hospital segue normalmente", garantiu Miriam. "Com o decorrer dos dias nós vamos ajustar o que ainda tem para ajustar", lembrou. 



Bookmark and Share

0 comentários: