RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

Morada das Figueiras

São João Encomendas

Regentes da Umbanda, Nação e Tarô para 2019


UMBANDA
Para o pai de santo Márcio Kain - do canal Umband'Boa 2019 será o ano de Ogum - representado também pelo planeta Marte - colocando as coisas em atividade. Após um ano pesado, onde muita coisa foi cobrada, no ano de Ogum todas as sentenças de 2018 que não foram realizadas o orixá cobrará sem dó em 2019. "Você pode esperar uma aceleração dos movimentos, Ogum vai colocar muita atividade", comenta. 
Ogum é o orixá da abertura e fechamento dos caminhos, batalhas e guerras. Ele proporciona avanços tecnológicos,abertura de novas empresas, mas com muitos conflitos - afinal o orixá é o senhora da guerra o que gerá possibilidade de violência e brigas. "Ogum irá atuar com muita força e muita firmeza sobre o planeta terra em 2019", garante.
Márcio lembra ainda que o ciclo é feito pela regência, ainda, de Obaluaê com conservadorismo e conduta de pessoas. Por este fato ele lembra esta onda política voltada mais para a direita. "Este ano terá a pegada dos dois com muita atividade e o conservadorismo se mantendo. Se Nanã assumir no meio do ano isso será mais exacerbado. É hora de se voltar para dentro, poupar dinheiro, dar valor a família e ao que se tem", lembra. O ciclo de Obaluaê dura 32 anos.  "Aqueles que se dedicam ao que fazem terão um bom ano. Não acredito que seja um ano de muito dinheiro, mas de semeadura para 2020", destaca. 

NAÇÃO (Batuque)
Nos cultos de matriz africana - Jeje, Ijexá, Oyó, Cabinda e Nagô - os regentes para o ano de 2019 são diferentes. A terça-feira é dia de Xangô e Iansã e serão eles os regentes. Segundo Leonidas Campelo - Pai Leônidas de Oxum - os cultos de nação - que são característicos no Rio Grande do Sul e diferentes da Umbanda - ele destacou em seu facebook que no RS a crença é diferente do Candomblé do restante do país.
"Para nós Afro-umbandistas do Rio Grande do Sul o Orixá regente é Xangô, o ano começa numa terça-feira e para nós gaúchos quem responde é Xangô, diferentemente do candomblé e outros cultos dos estados do sudeste, nordeste e centro-oeste onde para eles quem responde na terça-feira é Ogum, São Jorge.
Claro que independente do orixá que irá reger o ano estará para cada um de nós sempre o nosso próprio orixá junto e presente. Portanto vamos deixar bem claro, somos gaúchos, moramos no RS, cultuamos o afroumbandismo de raízes africanas plantadas em nosso solo e cultuado por todos desde a nossa ancestralidade, então devemos ter como base a cultura da nossa religiosidade. Portanto 2019 é regido por Xangô, acompanhado por Iansã (Oyá). As cores: vermelho e branco, Espero ter contribuído para esclarecer essa dúvida de uma vez por todas e que todos os anos se apresenta devido a diferenciação religiosa, regional e cultural do nosso país..."

TARÔ
O jornal Diário Popular conversou com a terapeuta holística Lú Albuquerque - do Farol Espaço Terapêutico - que explicou a regência do arcano número 12 do tarô: O Enforcado.
No vídeo abaixo ela fala também sobre previsões para o novo Presidente e o Novo Governador do RS, além do esporte com os times de Pelotas e as dicas para o ano de 2019.

Bookmark and Share

0 comentários: