RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Morada das Figueiras

São João Encomendas

Dr.Laureano

Presidente do Simers renuncia

A pedido do Presidente do Simers, que acaba de apresentar sua renúncia, publicamos, na íntegra, o texto abaixo:



Porto Alegre, 22 de setembro de 2018

Agradecimento

Durante 20 anos dediquei minha vida ao SIMERS. Tive a honra de liderar uma equipe competente, motivada, focada no cumprimento de suas responsabilidades e absolutamente comprometida com os ideais da entidade. Inicialmente, éramos 30 médicos e cerca de 20 funcionários; hoje, somos mais de 160 médicos e 140 colaboradores.

Juntos, transformamos um sindicato de pouco mais de 2 mil sócios, no maio sindicato médico da América Latina, com 16 mil associados e mais de 90% de aprovação, conforme apontaram todas as pesquisas de mercado.

Ao longo dos últimos anos, adotamos um posicionamento que deu notoriedade à nossa categoria, pois cumpriu um papel social de extrema relevância: “A verdade faz bem à saúde”. Com este lema, lutamos na defesa da imagem da categoria médica no Rio Grande do Sul, por condições dignas de trabalho para os nossos profissionais e por um atendimento decente para os nossos pacientes. Nossa luta sempre foi em defesa da vida e da verdade.

Por duas décadas, dedicamos nossos melhores esforços para unir a nossa categoria, tornando-a cada dia mais forte e uma incontestável referência para a sociedade. Contrariamos, corajosa, sistemática e obstinadamente interesses políticos e econômicos e dizemos crescer exponencialmente nossa entidade, adquirindo o respeito e a estima da comunidade.

Agora mesmo, em agosto, em uma única ação judicial, por força do nosso argumento, conseguimos que uma empresa tivesse que devolver mais de R$ 8 milhões de reais aos médicos que emprega.

Diante de todos esses fatos, não é de surpreender que procurem atingir e fragilizar esse trabalho e, por consequência, esta equipe, por meio daquilo que nos é mais caro, o nosso patrimônio ético e moral.

Em nome de interesses escusos, procuram atingir minha honra para ferir o SIMERS, semeando calúnias, gravações montadas e toda sorte de artimanhas sórdidas para tentar provocar a dúvida. Definitivamente, não é trabalho de amadores!

Neste momento de tanta desinformação, estou convicto que o melhor a fazer para ajudar não apenas o SIMERS – legado de uma vida –, mas também os médicos, os pacientes, a saúde e a nossa “Luta pela Vida”, é me distanciar da direção da entidade. Me afasto com profunda tristeza, mas movido pela coerência, fiel aos mesmos ideais que me trouxeram até aqui.

Agradeço a todos que, junto comigo, percorreram essa jornada e construíram o sucesso e a credibilidade de nossa entidade. Agradeço também a toda categoria médica que, reiteradamente, manifestou seu apoio ao meu trabalho, inclusive e principalmente pelo voto.

O momento é para mim de profunda dor, mas também imenso orgulho, com a confiança de que deixo o SIMERS em mãos experientes, que saberão conduzi-lo com força e sabedoria. Já ofereci denúncia à Promotoria Pública e à Polícia Federal, confio plenamente na verdade e na justiça e estou certo de que os ataques e as calúnias serão afinal desmascarados.

Desejo sucesso aos que continuarão na construção desta obra.

Obrigado a todos!

Paulo de Argollo MendesA pedido do Presidente do Simers, que acaba de apresentar sua renúncia, publicamos, na íntegra, o texto abaixo:



Porto Alegre, 22 de setembro de 2018

Agradecimento

Durante 20 anos dediquei minha vida ao SIMERS. Tive a honra de liderar uma equipe competente, motivada, focada no cumprimento de suas responsabilidades e absolutamente comprometida com os ideais da entidade. Inicialmente, éramos 30 médicos e cerca de 20 funcionários; hoje, somos mais de 160 médicos e 140 colaboradores.

Juntos, transformamos um sindicato de pouco mais de 2 mil sócios, no maio sindicato médico da América Latina, com 16 mil associados e mais de 90% de aprovação, conforme apontaram todas as pesquisas de mercado.

Ao longo dos últimos anos, adotamos um posicionamento que deu notoriedade à nossa categoria, pois cumpriu um papel social de extrema relevância: “A verdade faz bem à saúde”. Com este lema, lutamos na defesa da imagem da categoria médica no Rio Grande do Sul, por condições dignas de trabalho para os nossos profissionais e por um atendimento decente para os nossos pacientes. Nossa luta sempre foi em defesa da vida e da verdade.

Por duas décadas, dedicamos nossos melhores esforços para unir a nossa categoria, tornando-a cada dia mais forte e uma incontestável referência para a sociedade. Contrariamos, corajosa, sistemática e obstinadamente interesses políticos e econômicos e dizemos crescer exponencialmente nossa entidade, adquirindo o respeito e a estima da comunidade.

Agora mesmo, em agosto, em uma única ação judicial, por força do nosso argumento, conseguimos que uma empresa tivesse que devolver mais de R$ 8 milhões de reais aos médicos que emprega.

Diante de todos esses fatos, não é de surpreender que procurem atingir e fragilizar esse trabalho e, por consequência, esta equipe, por meio daquilo que nos é mais caro, o nosso patrimônio ético e moral.

Em nome de interesses escusos, procuram atingir minha honra para ferir o SIMERS, semeando calúnias, gravações montadas e toda sorte de artimanhas sórdidas para tentar provocar a dúvida. Definitivamente, não é trabalho de amadores!

Neste momento de tanta desinformação, estou convicto que o melhor a fazer para ajudar não apenas o SIMERS – legado de uma vida –, mas também os médicos, os pacientes, a saúde e a nossa “Luta pela Vida”, é me distanciar da direção da entidade. Me afasto com profunda tristeza, mas movido pela coerência, fiel aos mesmos ideais que me trouxeram até aqui.

Agradeço a todos que, junto comigo, percorreram essa jornada e construíram o sucesso e a credibilidade de nossa entidade. Agradeço também a toda categoria médica que, reiteradamente, manifestou seu apoio ao meu trabalho, inclusive e principalmente pelo voto.

O momento é para mim de profunda dor, mas também imenso orgulho, com a confiança de que deixo o SIMERS em mãos experientes, que saberão conduzi-lo com força e sabedoria. Já ofereci denúncia à Promotoria Pública e à Polícia Federal, confio plenamente na verdade e na justiça e estou certo de que os ataques e as calúnias serão afinal desmascarados.

Desejo sucesso aos que continuarão na construção desta obra.

Obrigado a todos!

Paulo de Argollo Mendes


Bookmark and Share

0 comentários: