RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Morada das Figueiras

São João Encomendas

Dr.Laureano

Sistemas do mundo

A primeira ideia do que era o mundo tinha a Terra como o centro e foi elaborada em função do que os sentidos percebiam, levando, por exemplo, à conclusão de que o sol se deslocaria com relação à Terra. Esta seria uma superfície plana, muito extensa. Daí a expressão ainda em uso: Ir ao fim do mundo. A mitologia hindu e a grega, muito antes de Cristo, criaram sistemas para figurar o movimento aparente do sol com relação à Terra. 
No capítulo V de A gênese, predições e milagres segundo o Espiritismo, com o título “Antigos e modernos sistemas do mundo”, encontramos essas e outras considerações relativas ao assunto.
Dentre tantas suposições errôneas, a Terra teria o lado superior e o inferior, sendo que neste ficaria o inferno. Antes de Cristo, Tales, de Mileto; Pitágoras, de Samos; Hiparco, de Alexandria contribuíram com descobertas e inventos para elucidar a realidade sobre o mundo. A Geologia retirou das entranhas da Terra o lugar dos suplícios eternos e a Astronomia demonstrou que no espaço infinito não há baixo nem alto. Estas e outras ciências evoluíram e demonstraram muitas realidades sobre a Terra e o Universo. Mesmo assim, por volta do ano 140 da era cristã, Ptolomeu compôs um sistema geocêntrico que, por cerca de quinze (15) séculos, foi o único que o mundo civilizado adotou. E ai de quem o contestasse! 
No começo do século dezesseis, Copérnico concebeu o sistema heliocêntrico que, confirmado por novas observações, não tardou a desbancar o de Ptolomeu. Galileu, Kepler, Newton, Laplace e outros aprimoraram os conhecimentos sobre esse sistema, desvendando a sublimidade da obra de Deus. Os benfeitores espirituais, ao encontro do que ensina Jesus, elucidam sobre a pluralidade dos mundos habitados ou as muitas moradas na casa do Pai.
  As obras divinas aguçam a nossa curiosidade. Queremos explicá-las. Uns, precipitadamente, criam sistemas próprios e mitos; alguns mais sensatos confessam desconhecimento, até que eles ou outros descubram a realidade. Assim, também foi e é relativamente a sistemas do mundo.    
Fonte: Texto de Mario Luiz de Farias – Professor do IFSUL, articulista e palestrante espírita. 


Bookmark and Share

0 comentários: