RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Morada das Figueiras

São João Encomendas

Zona Sul é a 2ª em casos de abigeato

Mesmo ocupando a segunda colocação no número de ocorrências de abigeato em 2017, a Zona Sul não será contemplada com uma unidade da Delegacia Especializada na Repressão de Crimes Rurais e de Abigeato (Decrab). Dentre as cinco regiões a receber a política pública - Alto do Jacuí (109 ocorrências), Campanha (344), Centro-Sul (406), Fronteira Oeste (1.056) e Vale do Jaguari (318) -, apenas a Fronteira Oeste registrou número maior que a ZonaSul (841 casos).
O levantamento que demonstra a importância da Zona Sul receber uma sede da Decrab partiu de nota técnica desenvolvida pelo Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Estudos Criminais-Penitenciários (Gitep/UCPel). Dos dez municípios que mais registraram abigeatos em 2017, dois pertencem à região: Santa Vitória do Palmar, com 111 casos; e Rio Grande, com 102.

De acordo com o coordenador do Gitep, professor Luiz Antônio Chies, a Região Sul registrou ao todo 841 casos, enquanto a Fronteira Oeste, 1.056, durante o ano de 2017. "Com exceção da Fronteira Oeste, a Zona Sul supera as outras quatro regiões que contarão com unidades da Gitep em mais de 100%", explica.
Bagé, localizada na Campanha, foi a primeira cidade a ter inaugurada uma sede da Delegacia Especializada. "A Campanha registrou 344 casos de abigeato; menos da metade registrada na Região Sul", apontou.

Rebanhos
Em relação ao quantitativo dos rebanhos (bovinos e ovinos), a Região Sul também apresenta números superiores aos das outras quatro regiões que receberão sedes da Delegacia. Apenas a Fronteira Oeste, com mais de 4,7 milhões de bovinos e ovinos, fica à frente da Zona Sul, com 2,2 milhões.
Na avaliação do docente da UCPel, as decisões políticas na área demonstram incompatibilidades em relação aos dados e informações que podem ser coletados a partir dos próprios órgãos de segurança do Estado. "Mesmo estando na segunda posição no número de abigeato e no tamanho do rebanho, por que a Zona Sul não terá uma sede da Decrab?", questiona. Para Chies, o planejamento político através de evidências e a melhoria dos sistemas de registro e publicização dos dados são o caminho para encontrar respostas.
Saiba mais

- O Grupo Interdisciplinar é ligado ao Programa de Pós-graduação em Políticas Sociais e Direitos Humanos (PPGPSDH) da UCPel.
- Os integrantes do Gitep pretendem desenvolver um mapa da violência na região da Zona Sul. "Queremos facilitar o acesso a diversos tipos de dados", complementa. 
- Para realizar esse estudo, o grupo se baseou em evidências e dados estaduais indicadas pelo decreto 50.313/2013 (que instituiu o Comitê de Gestão da Transversalidade das Ações de Combate aos Crimes de Abigeato e Abate Irregular de Animais).


Diário Popular

Bookmark and Share

0 comentários: