RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Professores registram ocorrência policial por atraso nos pagamentos

Professores e servidores da rede estadual de ensino registraram boletim de ocorrência, por fato atípico, contra o governador José Ivo Sartori devido ao parcelamento de salários dos educadores. A ação ocorreu em várias cidades do estado por orientação do Conselho do CPERS.  As cópias dos Boletins de Ocorrência devem ser entregues até o dia 05 de setembro, na Secretaria Geral do CPERS quando os educadores realizarão Assembleia Geral, na Praça da Matriz em Porto Alegre, para definirem os rumos da mobilização da categoria.
Em Canguçu os registros ocorreram durante todo o dia na delegacia de polícia local. Pela manhã profissionais da escola Irmãos Andradas foram os primeiros a realizar os registros, acompanhados também de professores das escola Neusa Paes do Amaral e Alberto Pasqualini. À tarde professores e servidores da Escola Técnica Estadual de Canguçu e João de Deus Nunes faziam os boletins.
Além das ocorrências o CPERS orientou professores para realização de atos em frente a agências do Banrisul em atividades que podem se repetir no próximo dia 04 de setembro. Nestes dias aulas são suspensas. 
Foto: Augusto Pinz.

No site do CPERS a presidente da entidade fala sobre os sucessivos parcelamentos de salário por parte do Governo do Estado: “É um deboche, um desrespeito sem precedentes. Isso só nos motiva a irmos para as ruas com mais força e fazer uma grande Assembleia Geral no dia 05 de setembro. Sartori que nos aguarde, pois terá a resposta à altura dessa falta de respeito com a categoria e os demais servidores”, afirma a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.


Bookmark and Share

0 comentários: