RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

O ponto de vista

          Podemos observar e reconhecer, o que está comprovado por estudiosos, que percepções e atitudes de cada um decorrem, também, do ponto de vista próprio, que não é estático. Isso vale, inclusive, na administração pública e perante outras situações. 
No capítulo II de O Evangelho segundo o Espiritismo, Kardec trata desse assunto, relativamente à vida futura. Afirma que “A ideia clara e precisa que se faça da vida futura proporciona inabalável fé no porvir, fé que acarreta enormes consequências sobre a moralização dos homens, porque muda completamente o ponto de vista sob o qual encaram eles a vida terrena.” Diz que para Jesus, a vida futura deve constituir-se objeto das maiores preocupações do homem na Terra. Todas as Suas máximas se reportam a isso. Pode ser tido como o eixo do ensino do Cristo. Deve ser o ponto de mira de todos os homens. Só ela justifica as anomalias da vida terrena e se mostra de acordo com a justiça de Deus. Todo cristão crê na vida futura; mas, a ideia que muitos fazem dela é ainda vaga. O Espiritismo, também sobre esse ponto, completa o ensino de Jesus. Faz com que a vida futura deixe de ser simples artigo de fé, mera hipótese; torna-se uma realidade material, que os fatos demonstram.  
Por isso que é necessário sabermos o estado futuro real e não desfigurado por ficções alegóricas. O Espiritismo mostra a solidariedade que conjuga todas as existências de um mesmo ser, todos os seres de um mesmo mundo e os seres de todos os mundos. Jesus e o Espiritismo nos informam e demonstram a continuidade da vida espiritual, depois da existência corporal, podendo ser bem diferente das condições aqui vivenciadas, para pior ou para bem melhor. E nos esclarecem que, além da vida futura espiritual, pelas reencarnações sucessivas, temos novas vidas corporais, o que ocorre em várias situações, para o mesmo espírito. Por exemplo, mulher ou homem, nas diferentes cores de pele, rico ou pobre, em qualquer nacionalidade. Do conhecimento da diversidade possível da condição futura, decorre que nenhum preconceito se justifica.  
  Agimos de acordo com a própria vontade, necessidades e as nossas convicções do momento. Como podemos estar equivocados e somos capazes de aprendermos sempre, é possível modificarmos nossos conceitos e o ponto de vista. 
Fonte: Texto de Mario Luiz de Farias – Professor do IFSUL, articulista e palestrante espírita. 

Programa Terceiro Milênio – a visão espírita para uma nova era
TVC – Canais 14 Net e 2 Blue – Segundas-feiras às 17:30h e Domingos às 20hs. 
Rádio Tupanci AM 1250 kHz – Sextas-feiras às 21h.  On-line: www.radiotupanci.com.br 
Rádio Concórdia 98.5 FM – Sábados às 12h – On-line: radioconcordia98.blogspot.com.br
Rádio Portal Sul 87.9 FM de Pedro Osório – Sábados às 12:30h – On-line: radioportalsulfm.com.br
Rádio Com 87.9 FM de Piratini – Sextas-feiras às 12h – On-line: www.radiocomfm.com
“Somos mestres e discípulos uns dos outros; só a vaidade nos impede de reconhecer essa verdade” Espírito Emmanuel



Bookmark and Share

0 comentários: