RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Deputado Afonso Hamm fora da investigação na Lava-Jato

O deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) divulgou na rede social facebook um comunicado falando do fato anunciado nesta terça-feira (05) quando ficou livre das investigações da operação Lava-Jato. Hamm disse que sempre acreditou na Justiça e que a verdade prevaleceria.

COMUNICADO!
Recebo com muita serenidade a notícia de que não sou mais investigado no âmbito da operação Lava-Jato. O pedido de arquivamento do procurador-geral da República encerra um dos momentos mais difíceis da minha trajetória política. Porém, nesses mais de dois anos, nunca deixei de acreditar nas instituições e na justiça brasileiras. Também não faltou força para trabalhar e seguir adiante, confiando que a verdade prevaleceria. Agradeço a todas as pessoas que nunca deixaram de acreditar em mim, principalmente a minha família, amigos e eleitores. Por fim, como pai de família e cidadão, reafirmo meu compromisso com um mandato ético e de muito trabalho.
Um forte abraço!
Afonso Hamm

DENÚNCIAS 
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou denúncia contra 12 políticos do Partido Progressista (PP), na investigação do chamado "quadrilhão". O inquérito foi remetido ao Supremo Tribunal Federal (STF) na última sexta-feira (1º), mas o acesso ao conteúdo só foi liberado nesta terça-feira (5). Entre os denunciados está o deputado gaúcho José Otávio Germano. Outros cinco políticos gaúchos do PP foram investigados no "quadrilhão". No entanto, Janot não encontrou elementos que comprovassem a participação deles em irregularidades, e arquivou os casos dos deputados federais Afonso Hamm, Luiz Carlos Heinze, Jerônimo Goergen e Renato Molling, além do ex-deputado Vilson Covatti. (Com informações da ZH)

Bookmark and Share

0 comentários: