RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Dinheiro, com amor

Tudo o que existe provém e está sob o controle de Deus. A forma de adquirirmos as coisas, o que representam para nós e o emprego que damos a elas podem ser abomináveis ou louváveis. O dinheiro não escapa dessas possibilidades. Existem referências a este caso no novo testamento e no Espiritismo. 
Em Mateus, 6:24, está a elucidação de Jesus: “Ninguém pode servir a dois senhores;” seguida do exemplo: “Não podeis servir a Deus e a Mamom.”; e, no capítulo 25, itens 21 e 23, tem o dito do Mestre que servo bom e fiel, convidado a entrar no gozo do seu senhor, é aquele que aumenta os talentos recebidos. Paulo esclarece que “o amor ao dinheiro é a raiz de toda espécie de males;” (1 Timóteo 6:10). No livro espírita Jesus e o Evangelho – À luz da psicologia profunda, no tópico sobre propriedade, consta: “O risco da posse ou da aquisição da propriedade não está no fato em si mesmo de os conseguir, mas na maneira como isto se dá, além do que representa emocionalmente.”  
Em O livro dos espíritos, item 815, tem a informação de que são igualmente terríveis para o homem a prova da miséria e a da riqueza. Na resposta dos benfeitores espirituais à questão 808, está evidente que a riqueza a maior é considerada ilegítima e vergonhosa, se adquirida pela velhacaria e pelo roubo. Certamente, aí estão incluídos o tráfico e a corrupção, existentes em alguns lugares. 
Em O evangelho segundo o espiritismo, no capítulo IX, consta: “Enquanto aguarda os bens do céu, tem o homem necessidade dos da Terra para viver.” A obtenção dos bens da terra depende do dinheiro como intermediário nas trocas para a produção ou para negociá-los. No capítulo XVI, está esclarecido que a riqueza é poderoso elemento de progresso intelectual e é a prova da caridade e da abnegação. Sendo bem empregada, previne a miséria, gerando trabalho e salário. “A ninguém ordena o Senhor que se despoje do que possua, condenando-se a uma voluntária mendicidade... eximindo-se da responsabilidade que a riqueza faz pesar sobre aquele que a possui.” 
Não é aconselhável amar, demonizar e nem desprezar a riqueza e o que lhe representa. Das anotações acima, é possível depreender que convém adquirir, valorizar e empregar o dinheiro, com amor.
Fonte: Texto de Mario Luiz de Farias – Professor do IFSUL, articulista e palestrante espírita.

Programa Terceiro Milênio – a visão espírita para uma nova era
TVC – Canais 14 Net e 2 Blue – Segundas-feiras às 17:30h e Domingos às 20hs. 
Rádio Tupanci AM 1250 kHz – Sextas-feiras às 21h.  On-line: www.radiotupanci.com.br 
Rádio Concórdia 98.5 FM – Sábados às 12h – On-line: radioconcordia98.blogspot.com.br
Rádio Portal Sul 87.9 FM de Pedro Osório – Sábados às 12:30h – On-line: radioportalsulfm.com.br
Rádio Com 87.9 FM de Piratini – Sextas-feiras às 12h – On-line: www.radiocomfm.com
“O dinheiro que estimula o bem, nas suas variadas formas é missionário do céu”
Espírito André Luiz


Bookmark and Share

0 comentários: