RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Conduta espírita

O Espiritismo não impõe condutas a seus adeptos. Entretanto, para o próprio bem, por coerência com esta doutrina e para exemplificar, convém agir conforme seus esclarecimentos. Como é uma doutrina cristã, as leis divinas e os ensinamentos de Jesus são referências fundamentais para a conduta de quem queira ser espírita. 
Existe o livro Conduta espírita, com oportunas orientações. Necessariamente, são extensivos aos espíritas: os dez mandamentos de Deus; o que a moral e a ética recomendam; os ensinos de Jesus. Neste texto, estão ressaltadas algumas condutas.  
Jesus recomenda fazer o bem, como a prática da mediunidade, e gratuitamente (Mt 10:8). No capítulo 26 de O evangelho segundo o espiritismo (O ESE), este assunto é desenvolvido, com a menção de que se pode cobrar pelas boas ações profissionais.
Em O ESE, capítulo 6, tem as recomendações de O Espírito de Verdade: “Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo.” 
No primeiro mandamento, além da determinação de amar um único Deus, consta que não se façam imagem esculpida, nem figura alguma. Não as adorar e não lhes prestar culto soberano. Jesus elucida: que bom somente Deus o é (Lc 18:19); que o maior mandamento na lei é amar a Deus sobre todas as coisas, de toda a intimidade, sem práticas exteriores (Mt 22:37); que importa que os que adoram a Deus o adorem em espírito e em verdade (Jo 4:24). Os bons espíritos e o movimento espírita insistem em que se evitem: as práticas exteriores de adoração; o orgulho; a idolatria.
Nas questões 642 e 975 de O livro dos espíritos, tem a advertência de que não basta ao homem não praticar o mal; cumpre-lhe fazer o bem, no limite de suas forças.
No capítulo 17 de O ESE, lemos: “Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más.” Portanto, não se espere e nem se exija perfeição do espírita, por enquanto.  
A coerência com o Espiritismo é mais do que não fazer o mal. Exige, sobretudo, comportamento digno, alegre e benfazejo, incluindo estudo, trabalho e prática do bem, que não deixam tempo para tristeza e para erros, e que integram a conduta espírita.  
Fonte: Texto de Mario Luiz de Farias – Professor do IFSUL, articulista e palestrante espírita.

Programa Terceiro Milênio – a visão espírita para uma nova era
TVC – Canais 14 Net e 2 Blue – Segundas-feiras às 17:30h e Domingos às 20hs. 
Rádio Tupanci AM 1250 kHz – Sextas-feiras às 21h.  On-line: www.radiotupanci.com.br 
Rádio Concórdia 98.5 FM – Sábados às 12h – On-line: radioconcordia98.blogspot.com.br
Rádio Portal Sul 87.9 FM de Pedro Osório – Sábados às 12:30h – On-line: radioportalsulfm.com.br
Rádio Com 87.9 FM de Piratini – Sextas-feiras às 12h – On-line: www.radiocomfm.com
“Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más.” O Evangelho Segundo o Espiritismo


Bookmark and Share

0 comentários: