RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Presidente do Hospital falou na CPI do HCC

O empresário aposentado Armando Noé Morales foi interrogado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Hospital de Caridade de Canguçu (HCC). Estando pela segunda vez a frente da Associação do Hospital de Canguçu ele foi questionado pelos Vereadores integrantes da CPI. 
O primeiro questionamento partiu do vereador Rubinho (PP) que indagou sobre o gestor após o período de intervenção - que mesmo questionado continuou no comando do hospital com anuência do conselho gestor da época, e sobre um sistema de informática que teria sido substituído. Falou sobe as demissões, trocas de gestores, clínicas atuantes no hospital (médicos) - que lucram com os serviços deixando boa parte das despesas para o hospital. Sobre este tema o vereador Erroldisnei Borges (PT) chegou a ironizar dizendo que nas condições que o hospital trata as clínicas "caso tenha alguma sala para alugar muita gente teria interesse", dadas as vantagens. O vereador Luciano Bertineti (PMDB) seguiu no mesmo tema questionando se há algum favorecimento a determinados grupos médicos ou não, o que foi refutado pelo diretor do hospital colocando as decisões nas mãos do conselho gestor.
O depoimento continuou durante a noite e abordou diversos temas com questionamentos dos vereadores. Veja um trecho do começo do depoimento de Morales:


As audiências da CPI continuam na próxima semana, sempre na terça-feira. Para assistir aos questionamentos é preciso uma credencial retirada antecipadamente na Câmara de Vereadores ou pela internet na TV Câmara no site do Legislativo Canguçuense.

DEMISSÃO
Segundo interlocutores presentes no depoimento Armando Morales teria se demitido da presidência do hospital ao final de seu depoimento.

Bookmark and Share

0 comentários: