RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Simpósio sobre 500 anos da reforma Luterana

As inscrições são gratuitas, limitadas e que vão até o dia 10/5. Haverá emissão de certificado e 20h complementares para fins de currículo.

Nos dias 18, 19 e 20 de maio Canguçu sedia o Simpósio “500 anos de Reforma: História, abordagens e perspectivas”. O evento é organizado pela Faculdade de Educação (FAE) e Departamento de História (ICH) da  UFPEL em parceria com a Igreja Evangélica Luterana do Brasil e Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil com sede em Canguçu(Igreja da Figueira). 
O encontro tem caráter interdisciplinar.  A ideia é não falar apenas de Lutero e do século XVI, mas também os desdobramentos, entendendo a história como processo, daqueles eventos pós 1517 na sociedade ocidental. Serão palestras, mesas-redondas, apresentações artísticas e culturais com pesquisas nas áreas da educação, história, sociologia, filosofia e teologia. Além de professores e alunos da UFPEL, o evento vai contar com a participação de conferencistas da ULBRA-Canoas, Unisinos- São Leopoldo e EST- Escola Superior de Teologia de São Leopoldo.
O evento é gratuito e voltado para estudantes universitários, profissionais da educação, membros das igrejas cristãs na cidade e região e demais interessados. Para os estudantes universitários e demais interessados será emitido pela UFPel um certificado validando um total de 20h, para fins de curriculo. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de maio pelo e-mail sj.ielb@hotmail.com ou pelo telefone 3252-1262.

A presença de luteranos na região
Diante da presença da imigração alemã-pomerana na Serra dos Tapes e os vínculos destes grupos as denominações luteranas, o evento propõe discutir e proporcionar debates na perspectiva educativa, histórica, sociológica, filosófica e teológica pela  comunidade acadêmica e pela comunidade local em geral  da região sul, tendo como temática central a comemoração dos 500 anos de Reforma Luterana.  Estima-se que na região meridional sul, que envolve Pelotas, Canguçu, Morro Redondo e São Lourenço do Sul, as Igrejas Luteranas (IELB- Igreja Evangélica Luterana do Brasil, IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e IELI – Igreja Evangélica Luterana Independente) tenham aproximadamente 70 mil membros. Canguçu é considerada uma das cidades com maior presença de luteranos no Brasil.
É importante lembrar a presença da religiosidade luterana na formação cultural, educativa e social de grande parte de comunidades oriundas de imigração alemã-pomerana na região sul do Estado do RS. Por isso, a relevância desse evento em proporcionar a socialização  de diferentes estudos e pesquisas referentes a presença do luteranismo e desdobramentos desses processos no Rio Grande do Sul. O evento não pretende abordar questões doutrinárias e religiosas das questões da Reforma Luterana, e, sim manter o caráter laico no debate pela comunidade científica e pela  comunidade local.

Os 500 anos da Reforma Protestante
O ano de 2017 marca as comemorações no mundo inteiro dos 500 anos da Reforma Protestante. 31 de outubro de 1517 é considerado o marco inicial da Reforma, liderada pelo então monge agostiniano e reitor da Universidade de Wittenberg Martim Lutero. Foi neste dia que Lutero colocou na porta da igreja de Wittenberg as 95 teses denunciando o abuso cometido pela Igreja de então, principalmente no que dizia respeito a venda de indulgências (perdão de pecados). Os reflexos da Reforma foram, num primeiro momento, a  missa na língua do povo e o acesso a Bíblia e num segundo momento, a separação entre Igreja e Estado e a formação de escolas paroquiais para a educação do povo, que até então não tinha acesso a escolarização. Em termos teológicos, a Reforma é lembrada porque a partir dela os cristãos tiveram conhecimento de que são aceitos por Deus unicamente pela bondade e graça dele em Jesus Cristo.


Bookmark and Share

0 comentários: