RSS
email

Rodeio In Fest - em Setembro

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Semana do Servidor Público - Bradesco

Eliezer Rutz Antenas

Stédile defende preço mínimo para caminhoneiros

Deputado é relator do projeto que cria política de transporte rodoviário de cargas

O deputado federal José Stédile (PSB-RS) cobrou reconhecimento à categoria dos caminhoneiros no Brasil. Trabalhadores que atuam para sobreviver e transportar as riquezas da nação, independente das condições. 

De acordo com o parlamentar, esses trabalhadores enfrentam atualmente um dos momentos mais difíceis de sua história. “O baixo valor dos fretes, o valor do óleo diesel, o valor alto dos pedágios, as estradas em más condições, os preços dos pneus, das peças de reposição, tudo isso junto está, praticamente inviabilizando a profissão”, lamentou. 

Stédile é relator, na Comissão de Viação e Transportes, do Projeto de Lei  528/15, que cria a política de preços mínimos do transporte rodoviário de cargas. A proposta obriga, por exemplo, que 40% dos produtos da Petrobras e de outras empresas estatais sejam transportados por cooperativas de pequenos caminhoneiros. “Hoje, a categoria é dominada por grandes transportadoras que impedem que os pequenos trabalhem. O povo brasileiro e o governo devem esse conhecimento aos caminhoneiros, através deste projeto podemos garantir o preço mínimo garantindo mais dignidade para os caminhoneiros”, afirmou. Um pedido de vistas adiou a votação da proposta na Comissão, que deve entrar na pauta na semana que vem.

O deputado também comentou sobre a questão dos preços de combustíveis. Segundo Stédile, os motoristas não se beneficiam da baixa de preços das refinarias, pois o valor do óleo diesel não diminuiu nos postos de combustíveis. “Isso não está acontecendo, apenas a redução pequena do diesel dá pouco impacto no montante dos custos que os caminhoneiros têm”, finalizou. 

Liderança do PSB
Câmara dos Deputados

Bookmark and Share

0 comentários: