RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

SENTIMENTO DE CULPA

Allan Kardec, o Codificador do Espiritismo, explica que “arrependimento, expiação e reparação são as três condições necessárias para apagar os traços de uma falta e suas conseqüências”. 
Podemos a rigor, classificar o sentimento de culpa em dois tipos: o primeiro seria decorrente de uma ação intempestiva, na qual não havia a intenção de causar nenhum prejuízo embora implicando em dano para alguém, o segundo tipo: por sua vez, resultaria de uma ação planejada, na qual fica claro o propósito de prejudicar alguém. São os ódios materializados, as vinganças levadas a cabo, as agressões... No primeiro tipo o sentimento de culpa surge quase que de imediato ao fato sucedido, enquanto que no segundo é frequentemente mais tardio.
Independente da gravidade da ação equivocada, quando o sentimento de culpa se manifesta traz consigo uma sensação estranha, difícil de explicar, da qual queremos nos livrar do modo mais rápido possível.
Alguns passam a projetar a sua culpa entre aqueles com quem dividem a intimidade, outros a reprimem, não querendo admiti-la, inúmeros a racionalizam, na tentativa de justificá-la, muitos, ainda, se escoram na negativa, fingindo para si mesmos que não há nada de errado, que tudo está bem.
Diante de algum erro e do sentimento de culpa que o acompanha, depreende-se, desta explicação, que a libertação do sentimento de culpa só se efetivará se atendidos os seguintes pré-requisitos: reconhecer o erro e arrepender-se, encarar o erro de frente e suportar as suas inevitáveis conseqüências, buscar repara-lo de alguma maneira. Arrependimento, expiação e reparação.
Em harmonia com a proposta Kardeciana, ela propõe que, sem desconsiderar nem supervalorizar a culpa, nos fixemos nas tarefas do bem, caminho seguro e certo para a reparação. O mal, portanto, se apaga com o bem.  


Liga Espírita Pelotense,  Andrade Neves, 981.
E-mail: contato@lep.org.br - Fone: 3278 2660

Bookmark and Share

0 comentários: