RSS
email

Rodeio In Fest - em Setembro

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Semana do Servidor Público - Bradesco

Eliezer Rutz Antenas

Reforma da previdência deve considerar realidade do trabalho no campo

O líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Pedro Pereira, classificou como vergonhosa a proposta de reforma da previdência que obriga as pessoas que atuam no campo a trabalharem até os 65 anos para se aposentar. O parlamentar usou o espaço de liderança do partido para defender a integridade dos agricultores diante das mudanças que estão sendo propostas pelo governo federal no âmbito da previdência.

Pereira afirmou que a proposta de reforma da previdência está desconsiderando as condições de trabalho no meio rural ao fixar um idade limite muito elevada para concessão do benefício previdenciário. “Como médico afirmo que uma pessoa não resiste até os 65 anos trabalhando no meio rural. Sabemos que essas pessoas aos 60 já estão bastante debilitadas pelo trabalho”, avaliou.

Para Pereira, os que propuseram mudanças que atingem os homens e mulheres do campo não sabem a diferença do feijão plantado do feijão colhido. “Não se pode comparar os que têm atividade no campo, de sol a sol, com os que estão em gabinetes, com ar-condicionado”, sustentou.

O deputado disse que o governo não pode fazer caixa para sanear as contas públicas sacrificando os que recebem menos. “Essa conta deve ser cobrada de quem desviou bilhões em roubalheiras nunca antes vistas pela Nação. Espero que as delações dos executivos da Odebrecht ponham na cadeia todos os envolvidos, de todas os partidos políticos. Dilma caiu pelas ruas e Temer, se continuar contra os trabalhadores, também irá pelo mesmo caminho”, advertiu.”, frisou.

Texto: Luís Gustavo Machado (Jornalista – MTE 15280)
Foto: Marcelo Bertani - ALRS

Bookmark and Share

0 comentários: