RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Funcionários do Hospital em estado de greve

Os funcionários do Hospital de Caridade de Canguçu (HCC) entraram em estado de greve na manhã desta quarta-feira (28) durante ato realizado em frente a instituição com presença do sindicato da categoria. Os servidores estão com quase 3 meses de salário atrasado e não receberam o 13º salário.
A presidente do sindicato dos trabalhadores da saúde, Bianca D'Carla, esteve no município conversando e orientando os trabalhadores como proceder nesta questão. Segundo ela um edital será lançado para em 72 horas deflagar a greve caso não haja pagamentos. E é o que deverá ocorrer já que o administrador do hospital, Régis Silva, não existe previsão de repasse de recursos até o final da semana.

O hospital está com o contrato com o Estado do RS vencido desde Outubro. A renovação não ocorreu por causa dos valores apresentados pela Secretaria de Saúde do RS com um percentual menor que neste ano em R$ 3 milhões. Reuniões em Porto Alegre para reverter está situação já ocorreram e a administração aguarda posição do Estado. Ainda segundo Régis o Estado está em dia com as parcelas de pagamento para a instituição, com exceção dos recursos de incentivo que o Governo não quer pagar por falta do contrato com a instituição.
A Câmara Municipal de Vereadores sugeriu repassar a sobra de recursos do legislativo, em torno de R$ 400 mil para sanar um pouco os problemas. Segundo o presidente da Câmara, Vereador Bigico, para isso a verba precisa passar pelo caixa da Prefeitura e depois para o hospital. Mas o Prefeito teria dito que deste montante repassaria apenas R$ 70 mil que é o que deve para o HCC. A informação causou um grande mal estar entre os presentes e o vereador Nevinho (PDT) tentou contornar dizendo que faria reunião cobrando que a Prefeitura passasse o dinheiro, mas tinha dúvidas em relação a falta de prestações de contas do hospital. O administrador disse que é impossível o repasse sem a prestação com a Prefeitura e que estaria tudo correto. O fato gerou grande bate-boca quando Régis e outros servidores informaram que pedem desde Outubro verbas e não recebem da administração, estranhando agora o fato de - de repente - surgir uma boa vontade de vereadores da base.
No final das contas os funcionários continuam ser perspectivas de salário. Os médicos, que recebem pela Prefeitura, estão com salário em dia. Os demais também não receberam.
Os funcionários não sabem mais a quem recorrer. Aluguel atrasado, sem dinheiro para compras de itens básicos como alimentação e higiene.




CAMINHADA
Durante a tarde os funcionários realizaram um ato em frente a Prefeitura e a Câmara Municipal pedindo ajuda para solução na falta de recursos para a instituição quitar salários atrasados. Após o encontro saíram em caminhada pelo centro da cidade até o Hospital de Caridade de Canguçu(HCC)




SECRETÁRIO FALA SOBRE DÍVIDAS
Em resposta a nosso questionamento sobre dívidas da Secretaria Estadual de Saúde com o Hospital de Caridade de Canguçu (HCC) o secretário João Gabbardo disse - por meio do twitter - que não há nenhum débito com a casa de saúde por parte do Governo.


Bookmark and Share

0 comentários: