RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Avião com jogadores da Chapecoense cai na Colômbia

O general José Acevedo Ossa, comandante da Polícia Metropolitana do Valle de Aburrá, confirmou a morte de 76 dos 81 passageiros, segundo o jornal El Colombiano, de Medellín.

O avião que levava os jogadores da Chapecoense a Medellín, onde a equipe disputaria a final da Copa Sulamericana na quarta-feira (30) contra o Atlético Nacional, caiu próximo ao aeroporto internacional de Medellín - entre os municípios de La Ceja e La Unión, na Colômbia -, relataram autoridades locais. O pelotense Josimar está entre os ocupantes da aeronave.

As últimas informações são de que os trabalhos de resgate foram suspensos temporariamente devido ao mau tempo e à pouca iluminação no local. A aeronave se chocou com o solo em uma região montanhosa, apontam relatos, pouco após a meia-noite no horário local.

O prefeito de La Ceja, Elkin Ospina, informou que ao menos seis pessoas foram resgatadas com vida no acidente envolvendo o avião que transportava o time. Havia 81 pessoas na aeronave, das quais 72 eram passageiros e as outras nove, tripulantes.

Entre os sobreviventes estão Alan Ruschel(foto abaixo), Marcos Danilo Padilha, Jackson Follmann e um comissário. O jornalista Rafael Henzel também é um dos sobreviventes. 

O Corpo de Bombeiros informou que o piloto do avião da LaMia, matrícula CP2933, soltou o combustível ao longo de voo para evitar uma explosão.

Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Nota oficial
A CBF manifesta a sua consternação com as notícias que chegam da Colômbia, dando conta de um acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados, a caminho do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. Estamos em contato com a Conmebol, autoridades locais e representantes do clube em busca de mais informações, antes de quaisquer possíveis medidas quanto ao andamento do futebol brasileiro. Desde já, manifestamos a nossa solidariedade e direcionamos nossas orações aos passageiros e tripulantes do voo.

Final adiada
A confederação também comunicou o adiamento da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, inicialmente prevista para esta quarta-feira. Definições a respeito deste jogo serão informadas ao longo do dia.

Termer faz declaração nas redes sociais
"O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional. Estamos colocando todos meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados.Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade".(Com informações do Diário Popular)

Jornalista Formado na Ucpel entre as vítimas
O jornalista Geovane Victoria está entre os 21 profissionais da imprensa que morreram no acidente. O Site Canguçu em Foco, através do seu editor Jornalista Augusto Pinz, manifesta solidariedade aos familiares de todos os profissionais de imprensa que perderam a vida realizando o que mais gostavam, sua profissão. Solidariedade também aos familiares de todos que perderam seus entes queridos nesta tragédia, aos torcedores e dirigentes da brilhante equipe da Chapecoense que vivia o melhor momento de sua história esportiva. #ForçaChape .
O jornalista Leandro Lopes, do jornal Diário Popular, destacou em seu Twitter o lado humanitário de Victoria em reportagem de 2012 para TV Pampa. Confira:

JOGADOR PELOTENSE
O meio campo Josimar, de Pelotas e ex-jogador do Internacional, também estava entre as vítimas.

Bookmark and Share

0 comentários: