RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Startup criado por Canguçuense é destaque em SP

SÃO PAULO - A startup Parknet, criada em Canguçu (RS), ajuda motoristas a encontrar o melhor lugar para estacionar seus carros. Utilizando inteligência artificial, o aplicativo permite que o usuário localize o estacionamento mais próximo e também vagas disponíveis para deixar seu veículo na rua. Além disso, os usuários podem compartilhar vagas livres entre si.

A empresa passou o ano de 2015 operando em Pelotas (RS) para validar o produto, e agora transferiu sua sede para São Paulo. A projeção é começar a atuar até o final de agosto na capital paulista com as primeiras funções, e implementar todos os serviços até o fim do ano.

Gratuito para o usuário final, o aplicativo trabalha com uma tecnologia própria para identificar os locais para estacionar os veículos. De acordo com o fundador da Parknet, Luciano Telesca, a Suzy é um mecanismo de inteligência artificial que analisa diversos fatores que podem influenciar a disponibilidade de uma vaga.

"Ela observa clima, horário e localização, por exemplo, e coloca pesos diferentes para cada um. Com isso, consegue dizer o quanto eles influenciam na disponibilidade de vagas em determinada rua", explica Telesca. No lançamento do produto entrarão inicialmente as vagas preferenciais e, em seguida, o resto do mapeamento.

Ao navegar pela interface, é possível também traçar uma rota até o local em que for encontrada uma vaga. Para facilitar a visualização, que é um pouco mais complexa na Suzy, a startup criou uma ferramenta que direciona o usuário ao Waze ou ao Google Maps na hora de seguir o trajeto.

Vaga "compartilhada"

Além da consulta pelo sistema, a empresa trabalha com o compartilhamento de vagas na plataforma. Ao sair de um local, e avisar na plataforma que ele ficará disponível, o motorista ganha pontos que podem ser usados de duas maneiras.

Com a pontuação, a pessoa pode solicitar um local com vaga disponível que não tenha sido mostrado pela Suzy. Basta definir um raio de distância e fazer a requisição. Caso não tenha sucesso, os pontos não são descontados. A outra função é trocar os pontos por benefícios em redes parceiras da startup, todas do setor de serviços automotivos.

Para o motorista que preferir deixar seu carro em locais privados, será possível também consultar esses estacionamentos. Os estabelecimentos parceiros da empresa aparecerão no sistema na hora da consulta. Essa será uma das formas de monetização da Parknet. A outra será relacionada a vagas de zona azul, com modelo ainda a ser definido.

A ideia de criar a startup surgiu em 2014, quando a namorada de Telesca perdeu um processo de trainee no Rio de Janeiro por se atrasar devido à falta de vagas na rua. "Comecei a fazer meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em cima disso, pois queria criar uma solução para esse problema", conta. Após apresentar o trabalho no início de 2015, passou por uma pré-aceleração em um programa do Sebrae-RS.

Atualmente, a Parknet está sediada em São Paulo, na Mobilab, e conta com quatro pessoas trabalhando em sua administração. O objetivo é fechar parceria com 75 estacionamentos até o final deste ano e chegar a 1.600 usuários por dia até a metade de 2017. (DCI)

Bookmark and Share

0 comentários: