RSS
email

Rodeio In Fest - em Setembro

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

PRODUTORES RURAIS QUEREM AUDITORIA NAS CONTAS DA COSULATI

Ocorreu no último dia 17, às 14 horas, uma reunião provocada pela líder comunitária Senhora Jurema, feirante em Pelotas, proprietária do Café Paiol, no Rincão da Caneleira, e o jornalista e Pastor da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, situada na Avenida Jacarandá 198 (Morro Redondo), Fábio Rodrigues.

“Após ouvirmos vários produtores reclamando de quebra de contrato que deveria ser por dez anos, e de prejuízos provocados pelo fechamento do abatedouro de frangos, na economia de muitos criadores, resolvemos unir forças e reunir a comunidade para discutir a matéria”, diz Fabio e Jurema. Foi então marcada a reunião, que superlotou as dependências do legislativo municipal de MR.

Vários produtores manifestaram-se indignados pela situação que os acometeu, deixando os mesmos com dívidas gigantescas, junto aos Bancos, e diversas reclamações por formalidade das Assembleias, que por muitas vezes chegavam lá e já estava tudo decidido, e que o voto era por delegados de núcleo, que na maioria das vezes não considerava as opiniões dos seus próprios núcleos. Ficou evidente a cultura do medo, que impera em meio aos produtores, pois, segundo eles muitos recebem ameaças indiretas e se sentem explorados e outros como se fossem empregados e não cooperados, a maioria demonstrando um alto grau de depressão, devido a esta situação, que também atinge o comércio local, que sente as baixas nas vendas. Estiveram presentes ex-funcionários da cooperativa e do supermercado, bem como produtores de leite.

Foram ouvidos os presentes que integraram a mesa de debates, composta pelas seguintes autoridades presentes: Vereadores Davi, Claudio Silva, Teco, Silvia, Angélica, Vice-prefeito Diocelio, Presidente da Rádio BomFim FM Sr. Ronaldo, Presidente do Sindicato da Alimentação Lair de Matos, Senhora Jurema, Fábio Rodrigues, e o Advogado Cristiano Lages Baioco. Após intenso debate, ficou decidido o seguinte encaminhamento: Produtores criarem uma associação, para defender os seus direitos e o pedido de auditoria na cooperativa, que será encaminhado ao Ministério Público, desta forma, se encerrou a reunião com a assinatura da lista de presença de todos. (Diário da Manhã/Pelotas)

Bookmark and Share

0 comentários: