RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Manifestação dia 10/06 em Canguçu

A Frente Popular de Defesa dos Direitos Sociais em ação integrada com a Frente Brasil Popular convidam para o ato público em Defesa dos Direitos Sociais a realizar-se no dia 10 de Junho conforme cronograma de atividades. O ato tem por objetivo a luta pela garantia de manutenção dos direito sociais que estão ameaçados pelo governo golpista de Michel Temer e o desgoverno de José Ivo Sartori. 
Dentre as reinvindicações lutamos:
Contra a precarização da saúde e educação com redução dos gastos e cancelamento dos índices mínimos de investimento de 15 e 25%;
Pela garantia do aumento real do salário mínimo e piso salarial do magistério;
Pela continuidade dos programas Minha Casa Minha Vida, Bolsa Família, Mais Médicos, PROUNI, FIES, PROERD, SAMU, Farmácia Popular, e etc;
Contra o fechamento do MDA, CONAB e redução do INCRA;
Contra o desmonte da Previdência Social/ aumento do tempo de contribuição e idade para aposentadoria.


Bookmark and Share

8 comentários:

Anônimo disse...

Depois do país quebrado é que fazem protesto ,no mínimo deves ser político.

Anônimo disse...

Apoiaram o partido que quebrou e roubou o Brasil como nunca antes na história desse Pais, e agora querem manifestação.
Vão trabalhar mamadores do dinheiro público!!

Anônimo disse...

isso ai agorra querem protestar do que o PT fez, porque não protestaram antes?????????????????????, Agora querem botar a culpa no governo atual ora faça meu favor.

Anônimo disse...

Quem diz que esse povo não estava na rua antes não sabe de nada. haverá protesto pelo corte no minha casa minha vida, , fies pronatec, prouni e contra PL que desvincula os recursos da saúde e educação, diminuindo o investimento nos estados e municípios nessa área. O protesto é pelo retrocesso nas políticas públicas. E claro que é político, pois se não sabes é da política que é decidido o preço do alimento, da luz, da água, dos planos de saúde, na educação. Portanto vamos pra rua, pois na democracia isso é permitido.

Anônimo disse...

Gostaria muito de ver um protesto pelo fim da corrupção, dos mensalões, dos petrolões e principalmente em prol dos mais de 11 milhões de desempregados desse país. Mas isso os petistas de carteirinha, os Maria vai com as outras, mas isso os que decoram as cartilhas vermelhas não se lembram nas tais "lutas".

Anônimo disse...

O que é pior, um governo chamado por uns de golpista, ou o governo ladrão que se foi???

Anônimo disse...

kkkk, apareceu um pra defender os mamadores!!!!

Anônimo disse...

Bom dia: Entendo que o debate entre as correntes deveria trazer mais esclarecimentos e menos extremismos e radicalismos. Por exemplo: tenho um amigo que trabalhava como instrutor/professor de cursos do tão falado PRONATEC, que segundo o comentário do último ANÔNIMO, está sendo cancelado pelo atual Governo transitório. Pois bem, ano passado, portanto ainda durante o Governo da PresidentE Dilma (não PresidentA, por favor), ele e outros instrutores/professores, ficaram meses sem receber os valores a que tinham direito, porque o Governo NÃO ESTAVA REPASSANDO. Também foram veiculadas várias reportagens de escolas que montaram estruturas para atender esta demanda e que simplesmente, tiveram que dispensar instrutores/professores, POR FALTA DE REPASSES. Não quero polemizar, mas criticar sem mostrar a realidade é, no mínimo, insensato e tenta mostrar uma realidade que não condiz com os fatos. E contra fatos meu caros, não há argumentos. A reflexão que deixo para quem realmente quer um País melhor, mas melhor para TODOS, não somente para aqueles que defendem uma bandeira, bandeira esta que, pelo que vimos nas manifestações das ruas, muitas vezes sequer tem as cores do Brasil, é a seguinte: Quem fala em Democracia e prega ela na plenitude, deveria reconhecer seus erros, seus equívocos e propor soluções, não voltar ao velho discurso do NÓS CONTRA ELES, da ELITE CONTRA OS POBRES. Por favor, estamos no século XXI, somos a 7ª ou 8ª Economia do Mundo e perdemos tempo com este tipo de debate infrutífero e retrógrado??? Não defendo nem Dilma nem Temer, até porque a bem poucos dias atrás, todos estavam juntos, abraçados e irmanados no Governo. Tanto é que a LAVA JATO, diariamente, tem mostrado e provado envolvimentos dos dois lados, SEJA ELE DA ELITE OU DOS RICOS, assim como DOS POBRES. Vamos deixar a demagogia e a hipocrisia de lado e fazer algo novo, como cidadãos, irmanados, buscando transformar este País, que é riquíssimo, numa Pátria que nos seja cara e que tenhamos orgulho de defender.