RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Fenadoce 2016 registra mais de 270 mil visitantes e ultrapassa 2 milhões de doces vendidos

Fotos: Maidana Idiarte/Canguçu em Foco

A 24ª Fenadoce, que encerra neste domingo, 12 de junho, em Pelotas, mostrou o seu poder de superação. Mesmo em ano de crise na economia brasileira, a feira conseguiu contabilizar mais de 270 mil visitantes e mais de 2 milhões vendidos até as 18h de hoje. No ano em que a feira celebra seus 30 anos, a CDL Pelotas, organizadora do evento, avalia os números de forma positiva, pois manteve o evento com inovações e, principalmente, com foco na cultura e na gastronomia de Pelotas e região. Além do fluxo de visitantes e doces comercializados, a Fenadoce oportunizou a visita gratuita de 35.200 alunos e professores da rede pública de ensino da região e recebeu mais de 450 excursões, que trouxeram mais de 15 mil pessoas.



"Foi uma feira construída com várias mãos no sentido de buscar inovação e estratégias para integrar diversos públicos. Foi assim que reunimos o tradicionalismo na Estância; os jovens no espaço Wombo Combo; os produtores rurais com a Feira da Agricultura Familiar, além de todas as empresas prestadoras de serviço, que têm grande participação nesse processo e as doceiras, que são razão de ser da Fenadoce. Não menos importante, o apoio da imprensa de Pelotas e região foi chave pra levar informação e passar credibilidade ao visitante. É esse espírito de cooperatividade que entendo ser fundamental para a realização da feira em 2017, que acontece de 31 de maio a 18 de junho", afirma Adilson Lucas Buroxid, Executivo da CDL Pelotas. 

Para Carlos Umberto Delevati, Conselheiro Gestor da CDL Pelotas, os objetivos iniciais de manter a feira qualificada e melhorar em relação ao ano anterior foram atingidos. "Em um ano difícil da economia, mais do que olhar os números, estamos celebrando iniciativas que se solidificaram como o espaço Wombo Combo, sucesso absoluto com os jovens e o Festival de Gastronomia, que promoveu a interlocução com vários setores da cidade", avalia Delevati. Ele ressalta ainda que para 2017 já estão sendo planejadas melhorias no estacionamento e Praça de Alimentação, sempre como intuito de trazer ainda maior segurança e conforto para todos. 

A presidente da Associação dos Produtores de Doces de Pelotas, Maria Helena Jeske, avaliou as vendas de doces e a edição de forma positiva. "Tudo fluiu muito bem, a organização da feira está de parabéns novamente por conseguir melhorar diversos setores", exalta ela. Maria Helena ainda cita outro ponto importante: "É um evento que ajuda muitas pessoas e entidades e gera muitos empregos, posso falar por experiência própria". 

Festival de Gastronomia Fenadoce valorizou culinária regional

Pelo segundo ano o Festival de Gastronomia da Fenadoce trouxe chefs renomados para Pelotas, divulgou o potencial do pólo gastronômico regional e promoveu oficinas e diversas atividades por toda a cidade. Ao todo foram registradas 26 palestras e aulas show no Fórum Gastronômico, três sessões de filmes com 160 espectadores, 124 cozinheiras de escolas participantes do seminário de alimentação escolar, 230 pessoas no Seminário de Gastronomia e Pesquisa, 220 no Seminário de Saúde, além de demais seminários, palestras, oficinas, exposições e também o jantar comemorativo aos 30 anos da Fenadoce, que reuniu 140 pessoas.

A coordenadora do Festival, Jussara Dutra, destaca a valorização que o Festival dá para a gastronomia e os produtores locais, a diversidade de público atingido pela programação e o alcance de temáticas importantes como a alimentação escolar e o reaproveitamento dos alimentos. Jussara já pensa no próximo ano: "O maior desafio é de realmente seguir trabalhando com força a criação de um polo gastronômico regional a partir de Pelotas".

Sebrae/RS destacou roteiros turísticos da Costa Doce

Parceiro da Fenadoce e promotor do turismo interno regional, o Sebrae/RS teve em seu estande um dos destaques da edição desse ano. A decoração ofereceu um fundo temático para os visitantes tirarem fotografias e foi um dos pontos mais fotografados pelos visitantes, que chegaram a fazer fila para registrar o momento. A gestora regional de projetos e turismo do Sebrae/RS, Jussara Argoud, ressalta que o objetivo de despertar no público o desejo de conhecer o Rio Grande do Sul já foi atingido, principalmente com reflexos positivos na região. "O roteiro Morro de Amores, em Morro Redondo, já está dando certo, visto que as pousadas e cafés coloniais do roteiro já estão lotados para as próximas semanas", conta ela. O Sebrae/RS, além de apostar no turismo da Costa Doce e região, também foi um grande colaborador para eventos da feira, como o Festival de Gastronomia, quando trouxe a renomada chef de cozinha Regina Tchelly para o Disco Xepa.

Fenadoce Cultural deu espaço para a arte gaúcha   

Foram 447 apresentações divididas em 19 dias de feira. A Fenadoce Cultural, que dá oportunidades para os artistas da região levarem todo o tipo de arte para a Fenadoce, mobilizou todas as vertentes: música, dança, teatro e circo. Desde cantores conhecidos do público, vencedores de prêmios, novatos, ou apenas associações e projetos sociais que quebram barreiras através da cultura, a Fenadoce Cultural reuniu as diferenças e transformou todos em uma coisa só: artistas. 

Na Mostra Artística Escolar, um projeto desenvolvido entre as escolas da região, foram 68 apresentações de música e dança. A coordenadora cultural da Fenadoce, Adriane Silveira, explica que a construção da programação começou a ser planejada em setembro de 2015 e buscou sempre acolher a todos que procurassem a Fenadoce. "Nós tentamos ser democráticos e inclusivos, todo mundo teve um espaço nos nossos palcos e creio que tanto os artistas quanto a organização sai muito feliz com isso", afirma.

Tradicionalismo se destacou na Estância Princesa do Sul

Com um novo espaço e a proposta de oferecer um dia da semana para um C.T.G. diferente poder apresentar as suas atividades à comunidade, a Estância Princesa do Sul ganhou autonomia na 24ª Fenadoce. Agora localizada na rua com um espaço próprio, coberto e amplo, a Estância firma o compromisso da Fenadoce com a cultura gaúcha. Para a patroa do C.T.G. Sinuelo do Sul, Vera Lúcia Machado, a iniciativa foi uma demonstração de respeito aos tradicionalistas. "Foi muito bom, principalmente porque agora as prendas têm um local para se arrumarem com privacidade e os C.T.G.s também conseguem se organizar melhor, espero que para o próximo ano permaneça e melhore ainda mais nesse novo espaço", afirma ela.

Feira da Agricultura Familiar superou expectativas

Outro espaço que recebeu ampliação nesta edição foi a Feira da Agricultura Familiar. Com parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), a Emater e a Embrapa/RS, a feira contou com 30 expositores, sendo sete artesãos, uma floricultura e 22 agroindústrias de alimentos. De acordo com o coordenador regional da SDR, Darci Cunha, todas as expectativas foram superadas, inclusive com relação a qualidade dos produtos, que se manteve em alto nível até o último dia. "Vendemos em apenas três dias o equivalente ao valor que se havia vendido durante toda a Feira da Agricultura em 2015", explica. A estimativa inicial, segundo ele, era vender cerca de R$ 200 mil, sendo que o número já estava em R$ 300 mil umdia antes de o evento encerrar. "Estamos encantados com a maneira como a organização da 24ª Fenadoce nos recebeu e auxiliou", elogia Cunha, destacando ainda que a solidariedade entre os próprios produtos facilitou o trabalho. 

Wombo Combo reuniu amantes da cultura pop e games

Outra inovação da feira em 2016 foi a criação de um espaço próprio para a cultura pop. Foram 19 dias intensos entre fantasias de cosplay, exposição de action figures,  gravações de youtubers, campeonatos de videogame, passos de dança no Just Dance, encontro de apaixonados por Harry Potter e até a interação com grafiteiros: um espaço de todos e para todos. O coordenador do Wombo Combo, Renan Martinez, destaca a interação que o espaço promoveu. 

"Nossa expectativa com esse espaço era grande e ele provou que a feira pode sim integrar desde o público jovem, que não se identificava com a Fenadoce há dois anos, até o idoso que fica encantado com o que vê lá", diz Martinez. Para ele, "o espaço se sustentou e com certeza aumenta a responsabilidade para o próximo ano".

Promoção Seu Ingresso Vale Mais

Neste ano as lojas associadas ao CDL Pelotas foram convidadas a participarem da promoção Seu Ingresso Vale Mais, em que ao adquirir o ingresso para entrar na feira o visitante pode posteriormente apresentá-lo em algum comércio cadastrado e receber benefícios na compra, como descontos ou peças grátis. A adesão foi de 216 lojas e é considerada positiva na avaliação da conselheira da Fenadoce, Vanise Krause. "Inicialmente pensei que haveria mais resistência dos empresários à promoção, mas foi ao contrário, eles entenderam a ideia", afirma ela, que destaca que a iniciativa fez com que "o comércio pelotense vestisse a Fenadoce". 

Vanise ressalta que a ideia se transformou em uma mídia espontânea para a feira. "As lojas estão com o selo da Fenadoce, divulgam o evento e ainda podem aumentar as suas próprias vendas", diz ela, que acredita ainda que a promoção deve ter melhor aceitação do público no próximo ano. "É uma novidade, as pessoas demoram um pouco a se acostumar, mas acredito que para o próximo ano já estará mais concretizado". 

A promoção seguirá válida até o dia 25 de junho.  A lista das lojas cadastradas e dos benefícios oferecidos na troca do ingresso podem ser conferidas no site https://www.fenadoce.com.br/seuingressovalemais.

Bookmark and Share

0 comentários: