RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Polícia Civil apesenta balanço do primeiro quadrimestre de 2016

Nos quatro meses deste ano, a Polícia Civil realizou 305 operações policiais, o equivalente a 76 ações mensais, ou ainda, mais de duas operações diárias. Neste período, foram feitas 5.413 prisões, sendo que mais de duas mil foram em flagrante. Foram recapturados 810 foragidos. Além disso, a Polícia Civil  apreendeu 1.264 armas e remeteu cerca de 117 mil procedimentos à Justiça. O percentual de esclarecimento dos crimes de homicídio doloso e de latrocínio foi de 83,81% e 87,30%, respectivamente.    
Os números foram anunciados pela Chefia de Polícia, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (25/05), no Palácio da Polícia. Um dos destaques foram as operações policiais, que são deflagradas contra uma vasta área criminal, como o tráfico de drogas, roubos e furtos de veículos e homicídios entre outros crimes. O chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, ressaltou a importância das operações policiais que são o resultado do trabalho investigativo qualificado realizado pelos delegados e agentes.  – Além de combater o crime, é importante que as operações policiais também tenham por objetivo a descapitalização de organizações criminosas, visando atingir o patrimônio adquirido de forma ilegal desses grupos criminosos – relatou o Chefe de Polícia.
Entre essas ações, destacam-se a primeira operação realizada pela Delegacia de Polícia de Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro, juntamente com a 1ª DP de Canoas, que desarticulou uma organização criminosa que vendia casas pré-fabricadas e não entregava aos clientes na região metropolitana. Em outra ofensiva, coordenada pela Delegacia de Polícia Fazendária do DEIC, ocorrida no dia 26 de abril, uma organização criminosa suspeita de estelionato contra a administração pública foi desmantelada. Foram empregados 276 policiais civis para o cumprimento de 212 mandados judiciais, resultando na prisão de 28 pessoas. A estimativa do prejuízo causado pelo grupo criminoso é de sete milhões.

Armas apreendidas
O quadrimestre analisado apresenta ainda um total de 1.264 armas apreendidas exclusivamente pela Polícia Civil. Entre elas, fuzis, metralhadoras, submetralhadoras, pistolas, revólveres, espingardas, carabinas e outras. O Subchefe, delegado Leonel Carivali ressalta que só de fuzil foram apreendidos 24 neste primeiro quadrimestre, muitos apreendidos com grupos vinculados ao tráfico de drogas e resultado de um trabalho de inteligência. 

 Procedimentos Remetidos
Neste intervalo, a Polícia Civil remeteu mais de 117 mil procedimentos à Justiça, sendo que, 54.586 foram de inquéritos policiais. Os Termos Circunstanciados  (TCs) somam 56.385  e os Procedimentos para Apuração de Ato Infracional (PAAI) fecharam em 6.832, compondo um total de 117.803 procedimentos. Importante ressaltar que desse total, 83.974 procedimentos foram remetidos com elucidação dos fatos, o que corresponde a um índice de 71% de resolutividade.

Homicídios e Latrocínios
Nos homicídios dolosos, a resolutividade no mês de março foi a mais alta alcançando 88,30%, com 385 procedimentos remetidos com elucidação; em janeiro a resolutividade foi de 79,26%, com 321 procedimentos remetidos; em fevereiro foi de 83,04%, com 328 procedimentos enviados à Justiça e em abril o índice de resolutividade foi 84,26%, correspondente à remessa de 364 procedimentos. O que representa para os quatro meses uma resolutividade total de 83,81% ou 1.398 procedimentos elucidados enviados à Justiça. 
O crime de latrocínio apresenta os seguintes números: total de procedimentos remetidos: 63; procedimentos remetidos com elucidação: 55, ou seja, percentual total de resolutividade 87,30%. Cabe destacar que dos 12 homicídios ocorridos no mês de fevereiro, todos foram elucidados, o que representa 100% dos casos.

Drogas
Em relação às drogas apreendidas pela Polícia Civil no quadrimestre, os números são os seguintes: 508kg de maconha, 105kg de cocaína e 25kg de crack. Além disso, foram apreendidos quase quatro mil unidades de droga sintética (LSD – 1044; Ecstasy – 2.929). Só o Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico foi responsável pela apreensão de 1877 comprimidos de ecstasy, uma droga normalmente utilizada em festas de classe média/alta, além de apreensão de mais de 80 kg de cocaína.

Presos
Neste primeiro quadrimestre de 2016, a Polícia Civil realizou 5.413 prisões. Foram 2.660 prisões em flagrante, 1.943 prisões resultantes do cumprimento de mandados judiciais e 810 recapturas de foragidos. Destaca-se que em relação às prisões efetuadas exclusivamente pelo Departamento de Homicídios da Capital, que foram 124 de janeiro a abril, permanecem recolhidos 111 presos, o que corresponde a um índice de 89%. (PC-RS)

Bookmark and Share

0 comentários: