RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

CRESOL SUL CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Maranhão revoga anulação da sessão de impeachment

Durou cerca de 12 horas a decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, de anular as sessões que deflagraram o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, ele revogou a anulação. A decisão já está assinada, porém só terá valor a partir do momento em que for publicada, o que deve ocorrer nesta terça-feira.

A anulação das sessões foi uma surpresa no fim da manhã em Brasília, provocando reações tanto da oposição quanto do governo – Dilma pediu cautela quando foi informada do ato. Deputados do próprio partido de Maranhão, o PP, pedirão a expulsão do deputado.

Mesmo com o impacto da anulação, ela foi ignorada no Senado, apesar dos protestos da base governista. O presidente da Casa, Renan Calheiros, deu prosseguimento ao processo com a autorização da leitura da conclusão da comissão especial, iniciando o prazo para a votação no plenário.

A previsão é de que o pedido de impeachment de Dilma seja votado na quarta-feira, em sessão que será aberta às 9h e deverá durar cerca de dez horas. Caso aprovado, ela será afastada do cargo provisoriamente por até 180 dias, período que o Senado terá para uma segunda votação, essa sim definitiva para a saída de Dilma. (Correio do Povo)

Bookmark and Share

0 comentários: