RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

71 óbitos por Gripe A no RS

A Secretaria Estadual de Saúde divulgou novos dados sobre casos de gripe A no Rio Grande do Sul, na manhã desta segunda-feira (30). De 384 casos foram registradas 72 mortes por gripe A. Outras 11 mortes estão em investigação e 76 casos de óbito aparecem como "sem identificação viral". No total são 160 mortes por gripe até o momento em 2016.


A região metropolitana concentra o maior número de casos confirmados de influenza no estado até o momento (58,8%), seguido da região norte (10,7%) e da serra (8,8%) e. O município com o maior número de casos confirmados é Porto Alegre (30,5%). Entre os casos confirmados de influenza a mediana de idade foi de 39 anos, variando de 0 a 89 anos. A taxa de incidência está em 3,4/1000.000habitantes.
Entre os casos e óbitos por influenza, há um predomínio da existência de fatores e condições de risco, 75,0 % e 72,2% respectivamente. A condição de risco mais freqüente entre os casos são as pneumopatias crônicas e entre os óbitos ter mais de 60 anos.

Casos registrados na Região Sul (3ª Coordenadoria)

Confira o boletim completo divulgado na manhã desta segunda-feira (30) CLICANDO AQUI

DIVERGÊNCIA ENTRE RELATÓRIO E NOTÍCIAS
O site da Rádio Gaúcha Zona Sul informa, na manhã desta segunda-feira (30), a segunda morte por Gripe A em Rio Grande. Porém no relatório oficial do Estado não aparece nenhum óbito. Indagamos, via twitter, a Secretaria Estadual de Saúde que disse: "Rio Grande registrou 6 casos de Influenza A H1N1, mas nenhum óbito até o momento." O perfil da SES ainda reforça que todos os óbitos estariam no boletim epidemiológico.  Já o site da Rádio Gaúcha noticia 10 casos e dois óbitos.

Leia aqui a reportagem da Rádio Gaúcha que informa dois óbitos em Rio Grande e 10 casos, ao contrário dos 06 informados pelo estado. CLIQUE AQUI E LEIA MATÉRIA.

Após nossa insistência na busca de informações, a Secretaria Estadual de Saúde admitiu que como os casos são "recentes" ainda não teriam entrado no boletim desta semana, e serão divulgados no próximo relatório do dia 03 de Junho:

Diferente de 2009, quando ocorreu o surto de gripe A com maior força, os relatórios são divulgados apenas uma vez por semana o que deixam os dados frequentemente desatualizados em relação a realidade dos casos. 


Bookmark and Share

0 comentários: