RSS
email

Ponto com e Braga Celulares

Morada das Figueiras

O ESCRITÓRIO

CREHNOR CANGUÇU/RS

CREHNOR CANGUÇU/RS

HD SAT

Impressão Radical

Impressão Radical

Eliezer Rutz Antenas

Eleições da reitoria da Ufpel tem datas definidas

Está na reta final a definição de como vai se dar a eleição para a Reitoria da UFPel em 2016. A Junta Eleitoral, formada por representações das três entidades da comunidade, Adufpel, Asufpel e DCE, apresentou no fim da tarde desta segunda-feira (25) aos pré-candidatos a proposta de normatização do processo de consulta. Em geral, as chapas aprovaram a proposta, que coloca nos dias 8 e 9 de junho o primeiro turno e 28 e 29 de junho o segundo turno, com o sistema de voto paritário.
O segundo turno será realizado se  houver mais de duas chapas concorrentes (o que é a tendência neste momento) e nenhuma delas obtiver mais de 50 por cento dos votos válidos. Agora, a proposta passa pela apreciação, até o começo da próxima semana, das assembleias das três categorias, para desta forma ganhar sua redação final e ser publicada.

A Junta Eleitoral chamou os pré-candidatos, e espera pelo resultado das assembleias das três categorias, para que a normatização seja fruto de um acordo na comunidade. O texto começa ressaltando que a consulta à comunidade é a busca da democracia na escolha da Reitoria. Trata sobre a coordenação do processo eleitoral, a cargo das três entidades, e coloca a data de 11 de maio para a abertura do período de inscrição das chapas, que deverão conter quatro nomes, entre os quais especificados quem são os candidatos a Reitor e Vice. Na inscrição, as chapas deverão apresentar suas propostas programáticas.
As chapas deverão participar dos debates promovidos pela Junta. O documento ainda define quem pode votar, como se dá a votação e o processo de eleição. A forma de voto será o paritário, o que corresponde à divisão de um terço por segmento universitário votante (servidores docentes, técnico-administrativos e estudantes). Para efeito do cálculo da paridade, diz o texto da proposta, serão considerados apenas os eleitores que efetivamente tiverem votado.
O resultado da eleição será encaminhado ao Conselho Universitário (Consun), que legalmente tem o poder de apontar a lista tríplice que será enviada ao MEC para a nomeação do Reitor. O novo mandato começa em 12 de janeiro de 2017 e durará quatro anos.

Bookmark and Share

0 comentários: